Tem algo estranho no reino das promoções na web…

Acredito que a maioria das pessoas deve ter ficado revoltada com a mão salvadora do jogador francês que tirou a Irlanda da Copa do Mundo, que acontecerá em 2010, na África do Sul. Para os irlandeses a raiva e a revolta são imensuráveis. Para os franceses, um herói. Algo que faz com que procedimentos sejam revistos e punições aplicadas. Porém, nem sempre a justiça acontece, pois justiça e lei são coisas bem distintas.

Lutar para que as coisas estejam corretas é uma das bandeiras que carrego. Confesso que fiquei muito travado com a história do jogo França e Irlanda. Já aconteceu outras vezes e nada de concreto foi feito. O futebol assemelha-se um pouco com a vida e com os valores das pessoas.

Na internet ocorreram fatos, por estes meses, no mínimo estranhos e que podem mudar para semprea política de concursos na internet. Tenho acompanhado de perto um assunto que muito me chamou a atenção, a ponto de me manter estreitamente informado sobre os detalhes, em um processo de investigação que já resultou em ação na justiça e ainda vai provocar grande repercussão. Não se trata de uma denúncia, pois já corre na justiça uma ação que pleiteia reverter a situação e punir os possíveis culpados. Foram a estes fatos que eu tive acesso e passo agora a compartilhar com vocês.

Então, vamos aos fatos:

A sensação do momento são os jogos conhecidos por “advergames” – jogos promocionais disponibilizados através da internet com o intuito de promover a imagem e produtos das empresas. Os “advertgames” interagem diretamente com o cliente e ajudam a fixar a imagem do produto na mente do consumidor, e fazem isso de uma maneira muito interessante – através do entretenimento. Pequenas empresas e até mesmo as multinacionais investiram milhares de dólares em campanhas promocionais buscando atrair o consumidor de diferentes formas, usando a rede mundial de computadores, mas nenhuma é tão esportiva quanto os “advertgames”.

Recentemente os usuáriosdo ForumPCs puderam acompanhar a notícia (também em primeira-mão) que a Fiat estava sendo processada por irregularidades na onde após desclassificar irregularmente dois participantes o caso foi parar no Tribunal de Justiça de São Paulo onde aguarda julgamento.

O problema é que, mesmo em que pese uma ação tramitando na justiça, aonde o promovente vem obtendo decisão favorável ao seu pleito, outras três promoções semelhantes também estão sob suspeita.Segundo dizem – um é pouco; dois pode não ser bom; três, na maioria das vezes pode ser demais e quatro já é abusar da nossa paciência. Por causa disso, da quarta coincidência, resolvi tentar entender um pouco mais sobre determinadas ‘coincidências’ e descobrimos algo mais que simples ‘acaso’.

Data de realização: 19/08/2008 a 19/09/2008

Empresa: Peugeot

Realização: Agência Interativa e EDGY

A promoção Peugeot 207 Racer foi uma campanha organizada pela Agência Interativa, empresa de marketing digital que em parceria com a empresa paulistana EDGY que desenvolveu um jogo promocional de corrida de automóvel simulando o veículo Peugeot 207 e que ofereceria como prêmio ao vencedor um carro 0 km modelo Peugeot 207 HB.

A promoção teve duração de 30 dias e contou com milhares de participantes por todo o Brasil que tentaram a todo custo melhorar suas performances até o encerramento da promoção, quando os tempos deixaram de ser computados. Ao fim da promoção aconteceu o inesperado: O participante declarado como vencedor pela organização não era o primeiro colocado de acordo com o quadro de resultados exibido ao término da promoção.

Agora vem o que vai deixar você de queixo caído: Declarações do próprio vencedor Paulo Roberto Demétrio de Oliveira afirmam “que os outros participantes em melhor colocação foram desclassificados por uso de ‘cheat'”, em bom português ‘chets’ são programas para obter vantagem indevida no jogo. Acontece que, de cara, as empresas patrocinadoras também são vítimas do recurso abominável utilizado pelos vencedores.

Paulo fala a seus amigos

[photoframe size=large desc='' align=center folder='wp-content/blogs.dir/33/files/tem-algo-estranho-no-reino-das-promocoes-na-web' filename='4_-_participantes_na_frente_de_paulo_desclassificados.jpg']

Como não houve qualquer tipo de protesto e nenhuma ação na justiça, Paulo Roberto Demétrio de Oliveira foi declarado o vencedor e recebeu seu Peugeot 207 0km.

Link do site com resultado oficial (http://207racer.peugeot.com.br)

Paulo recebendo o prêmio

[photoframe size=large desc='A segunda:' align=center folder='wp-content/blogs.dir/33/files/tem-algo-estranho-no-reino-das-promocoes-na-web' filename='3_-_entrega_do_carro_para_paulo2.jpg']

Aqui acabam as coincidências e começa a surgir uma série de dúvidas: Danilo Neves Cruz participou do desenvolvimento do jogo como programador a serviço da EDGY. O que ele pode ter a ver com isso?Voltaremos a falar mais adiante.

Nome: T-Racer Punto T-JET – Data de realização: 10/05/2009 a 04/07/2009

Empresa: Fiat

Realização: Agência Click , Taxilabs e Colméia

A promoção T-Racer Punto T-JET foi um projeto organizado pela Agência Click, empresa de interatividade que em parceria com as empresas Taxilabs e Colméia desenvolveram um jogo promocional também de corrida de automóvel que ofereceria como prêmio um carro 0 km modelo Fiat Punto T-Jet.

A campanha teve início pouco tempo após sua aparição durante a prova do anjo no programa Big Brother Brasil, realizado pela Rede Globo de Televisão em 20 de março de 2009, onde o participante Max foi o vencedor. No entanto, o participante Paulo Roberto Demétrio de Oliveira logo levantou suspeita ao afirmar ter obtido conhecimento sobre a campanha antes da divulgação ao público feita no programa Big Brother Brasil. Vejam abaixo afirmação feita por Paulo no dia 22 de março de 2009.

Paulo sabia por antecipação sobre o game da Fiat?

A empresa Taxilabs de experiências digitais foi fundada no início de 2009 e é formada pela ex-equipe da empresa paulistana EDGY, a qual Danilo é programador. O mesmo Danilo Neves Cruz participou do desenvolvimento do jogo para esta campanha da Fiat como programador a serviço da Taxilabs mesmo não sendo funcionário da empresa.

A promoção T-Racer Punto T-JET era dividida em duas etapas. A etapa classificatória e a etapa final que foi realizada ao vivo no autódromo de Jacarepaguá contendo a participação dos 10 jogadores com os 10 melhores tempos contra um piloto real que iria pilotar um carro real no autódromo. Durante a fase classificatória, as estranhas coincidências também se mostraram presentes no que se trata de jogadores. Até aqui, tudo coincidência, mas Paulo Roberto Demétrio de Oliveira, o mesmo da promoção Peugeot 207 Racer, ainda na fase classificatória, teria explorado novamente uma falha do jogo que permitia obter vantagem sob os concorrentes. As suspeitas foram levantadas por outros participantes que assistiram o replay da participação do Paulo Roberto e constataram a exploração dessa falha. Existe no orkut um tópico com centenas de queixas direcionadas ao Paulo Roberto por se aproveitar disso. Os demais participantes ao constatarem o fato denunciaram o ocorrido a organização da promoção que tomou uma decisão ao estilo Fifa – Paulo Roberto Demétrio de Oliveira não foi desclassificado mas os participantes que denunciaram e comprovaram a manobra, sim. Ou seja: acusadores punidos e acusado livre – foram eliminados da promoção sem maiores explicações por parte da organização.

Os verdadeiros finalistas

[photoframe size=large desc='' align=center folder='wp-content/blogs.dir/33/files/tem-algo-estranho-no-reino-das-promocoes-na-web' filename='1_-_os_verdadeiros_10_finalistas_t-racer.jpg']

Os 10 finalistas divulgados

[photoframe size=large desc='E tem mais e não pára na terceira.' align=center folder='wp-content/blogs.dir/33/files/tem-algo-estranho-no-reino-das-promocoes-na-web' filename='2_-_os_10_finalistas_divulgados_t-racer.jpg']

O caso foi parar na justiça de São Paulo, que mesmo antes do veredito final, ao analisar as provas preliminares, concedeu tutela antecipada para que os dois participantes eliminados injustamente fossem incluídos na etapa final.Segundo testemunhas (que preferiram, por enquanto, não se identificarem para não prejudicar o andamento do processo), por ocasiãoda final a ordem judicial não foi cumprida e os participantes que entraram com recurso na justiça foram impedidos de participar oficialmente da disputa, tendo sua chance de concorrer ao prêmio disputado vetada mesmo com uma ordem judicial.

A transmissão ao vivo da final do evento também teria sido censurada para que todos os acontecimentos ocorridos não viessem a público. E o mais grave: Descobriu-se mais tarde que a auditoria contratada para validar os resultados também não seria ‘independente’ como foi alardeada. Após muita discussão e acusações, o vencedor declarado da promoção acabou sendo Erick Carvalho Domeneghetti com Paulo Roberto Demétrio de Oliveira terminando na 4ª colocação.

Rexona Energizing XRace Data de realização: 23/06/2009 a 14/08/2009

Empresa: Unilever

Realização: CuboCC

A promoção Rexona Energizing XRACE foi um concurso cultural organizado pela CuboCC, que desenvolveu um jogo promocional de corrida de Karts modificados para promover o desodorante Rexona Energizing da empresa Unilever. A premiação concedida seria uma simples disputa de corrida de Kart, evento realizado no estacionamento do Shopping Eldorado na cidade de São Paulo-SP, na qual participariam também algumas celebridades.

Os dois participantes que obtivessem os melhores tempos no jogo pela internet até o horário de encerramento da promoção, seriam contemplados. Até aqui tudo dentro do normal, mas novamente outras suspeitas de favorecimento indevido de participantes surgiram. O primeiro colocado Jonas N. de Andrade de fato foi contemplado com a premiação, porém, o segundo colocado de acordo com o ranking, André L. Nicolaiv, não foi contemplado, pois foi considerada a possibilidade de ter existido algum tipo de ‘impedimento’, sendo assim, o participante melhor colocado logo abaixo no ranking deveria ser o contemplado, mas não foi.Do segundo até o quinto colocado os participantes não foram sequer contatados pela comissão organizadora e o premiado acabou sendo o participante Rafael Brejão – sexto colocado na competição.

Vejam o ranking e a divulgação do resultado na imagem abaixo:

[photoframe size=large desc='' align=center folder='wp-content/blogs.dir/33/files/tem-algo-estranho-no-reino-das-promocoes-na-web' filename='1_-_ranking_e_resultado_rexona_xrace.jpg']

O fato passaria despercebido se não fossem as investigações sobre o processo movido contra as empresas envolvidas na promoção T-Racer Punto T-Jet da Fiat. Durante a análise dos detalhes, descobriu-se que, coincidentemente Rafael Brejão é amigo de faculdade de ninguém mais ninguém menos que Danilo Neves Cruz! Claro, outra coincidência.

Danilo Neves Cruz na lista de amigos do Orkut de Rafael Brejão:

Danilo entre os amigos de faculdade de Rafael Brejão:

O segundo contemplado da promoção Rexona Energizing XRace era coincidentemente amigo próximo do diretor técnico e líder de programação do jogo da promoção que agora estava a serviço da empresa CuboCC.

Rexona Tuning Race Data de realização: 21/09/2009 a 08/11/2009

Empresa: Unilever

Realização: CuboCC

A promoção Rexona Tuning Race foi um concurso cultural também organizado pela CuboCC, que desenvolveu um jogo promocional de corrida online para o desafio de dois participantes jogando simultaneamente através do sistema de duelo. A campanha tinha como finalidade promover o desodorante Rexona V12 Tuning da empresa Unilever. A premiação seria uma viagem para a Itália por seis dias incluindo visitas a galerias, museus e restaurantes com todas as despesas pagas incluindo aluguel de carro, tradutor para todos os dias e um extra que seria o sonho de infância de muita gente – um dia inteiro pilotando uma Ferrari em um roteiro preparado especialmente para a ocasião.

A promoção era assim: O participante que disputasse o duelo e chegasse ao final da corrida no jogo, teria seu tempo registrado no ranking. Para o participante constar no ranking, era obrigatório que o resultado fosse obtido online contra outro participante. Disputas de treino ou contra o computador não seriam registradas no ranking. Aqui começam novamente as coincidências. O site da promoção enfrentou durante um grande período bloqueios por parte da organização que impediam a disputa dos duelos contra outros participantes, condição esta que era necessária para registrar tempos.

Em 08/11/2009, testemunhas relataram ‘dificuldade técnica’ que ainda estava presente para todos os participantes e naturalmente era esperado que o ranking de posições não fosse alterado, porém,(olha ele ai de novo) Paulo Roberto Demétrio de Oliveira, que nunca esteve presente entre os participantes durante toda a realização do concurso, surgiu misteriosamente com seu nome na primeira colocação restando apenas poucos minutos para o final da promoção.

Paulo Roberto Demétrio de Oliveira – vencedor da promoção Peugeot 207 Racer. O mesmo participante envolvido nos problemas da promoção T-Racer Punto T-JET da Fiat estava prestes a ser declarado novamente o vencedor de mais uma promoção na web. Mas desta vez cuidaram para que não houvesse saída para os demais participantes, pois não haveria possibilidade para os demais tentarem qualquer tipo de reação simplesmente devido à impossibilidade de disputa de duelos estabelecida pela organização. E ai o bicho pegou: Imediatamente todos se perguntaram: Como o Paulo Roberto teria conseguido registrar seu tempo se era impossível disputar os duelos online? Desconfiança e protesto geral exigiam da organização uma investigação aprofundada, outro participante comunicou através da comunidade no Orkut que algo errado estava acontecendo . Alegou ele que deveria ter sido o vencedor mostrando tela do site com tempo registrado previamente e resultado melhor que o obtido por Paulo Roberto Demétrio de Oliveira. Mas a comissão organizadora composta pelos funcionários (advinha de quem?) da CuboCC se omitiu.Paulo Roberto Demétrio de Oliveira foi mais uma vez declarado vencedor de outra promoção recheada de coincidências.

O depoimento de quemacompanhou o caso foi que após encerrada a promoção, o ranking de resultados continuou a sofrer alterações, o que não deveria, sob hipótese alguma acontecer. Pouco tempo depois foi possível confirmar que Paulo Roberto Demétrio de Oliveira não era o detentor da primeira colocação e mesmo assim foi declarado o vencedor do concurso.Link para conferir o ranking direto no site:

Na comunidade do Orkut, Paulo Roberto Demétrio de Oliveira contestou as queixas dos demais participantes e cada vez que ele contestava mais evidências foram surgindo e reforçando o indício de que houve fraude. Um deles foi a coincidência do reaparecimento de Danilo Neves Cruz, que nesta promoção, também participou do desenvolvimento do jogo como diretor técnico e líder de programação. Era coincidência demais para suportar a nossa vã inteligência. Tanto acaso chamou a atenção. Mais tarde acabou se confirmando que Paulo Roberto Demétrio de Oliveira, o qual sempre obteve vitórias e ótimos resultados nesse tipo de promoção, é, por acaso, e coincidentemente amigo de Danilo Neves Cruz através do Orkut.

[photoframe size=large desc='' align=center folder='wp-content/blogs.dir/33/files/tem-algo-estranho-no-reino-das-promocoes-na-web' filename='3_-_danilonevescruz_na_lista_de_amigos_do_paulo_orkut.jpg']

E tem mais coincidências: Um dos critérios para poder pilotar a Ferrari em território Italiano, caso o participante fosse declarado o vencedor, seria possuir a carteira internacional de habilitação que deveria estar traduzida para o idioma italiano. Curiosamente, Paulo Roberto Demétrio de Oliveira, já possuía a tal habilitação há duas semanas.

Podemos afirmar que Paulo Roberto, além de ser um vencedor também seria uma pessoa dotada de grande autoconfiança caso não fosse a suspeita de que ele já ‘teria certeza’ que seria de fato o vencedor.Será que Paulo Roberto possui cidadania italiana ou tinha em mente viajar a Europa e, quem sabe, pilotar qualquer carro, talvez uma Ferrari?

Vejam abaixo declaração feita pelo próprio:

[photoframe size=large desc='' align=center folder='wp-content/blogs.dir/33/files/tem-algo-estranho-no-reino-das-promocoes-na-web' filename='4_-_paulo_tirou_carteira_internacional_antecipadamente.jpg']

E então surge a evidência definitiva: Paulo agradece outros programadores no fórum de desenvolvimento pelas informações sobre como acessar o código fonte dos jogos, afirmando que isto lhe ajudou a vencer uma promoção recentemente. Danilo Neves Cruz participa da mesma comunidade que o Paulo agradece a ajuda obtida.

Mas eu me esqueci de falar de mais uma coincidência chamada Danilo Neves Cruz cujo portfólio pode ser acessado diretamente através do site (http://cruzdanilo.com).Na lista de realizações estão – Programador das promoções 207 Racer a serviço da EDGY e Programador da promoção T-Racer Punto T-JET a serviço da Taxilabs; Diretor técnico, líder de programação e designer promoção Rexona Energizing XRace a serviço da CuboCC e Diretor técnico, líder de programação e designer promoção Rexona Tuning Race a serviço da CuboCC.

A justiça está tentando entender como podem ocorrer tantas coincidências ou obras do acaso em quatro concursos seguidos. Até agora o processo corre no Tribunal de Justiça de São Paulo e todos aguardam ansiosamente o andar da ação. Até lá os participantes prejudicados e as empresas patrocinadoras-também surpresas com as coincidências casuais aguardam uma decisão da justiça. Até lá fica o dilema se lei e justiça andam sempre juntas. Da minha parte adianto confiar na justiça e que, caso tudo seja realmente comprovado, que os culpados sejam punidos em nome da decência que este país ainda haverá de ter. Caso contrário: cuidado com coincidências… principalmente com o acaso.

Related posts

Leave a Comment