Produtos "verdes"da Philips representaram 25% em 2008

As vendas de produtos ecologicamente corretos da Philips aumentaram em 25% no ano passado. Em 2007, a companhia lançou o projeto EcoVision4, cujo objetivo é melhorar a eficiência energética de seus produtos e operações.

A companhia conseguiu reduzir a emissão de carbono em suas operações em 5%. A meta é chegar a 25%. No ano passado, foram lançados 91 produtos verdes, número 72% maior do que o registrado no ano anterior.

A Philips ainda anunciou iniciativas de reciclagem na Índia, Brasil, Argentina e China, países onde a companhia vai estabelecer sistemas de coleta e reciclagem de voluntárias.

Segundo comunicado da empresa, a meta é que a linha de produtos “verdes” seja responsável por 30% das vendas totais da empresa até 2012.

Um pouco da Philips

A Philips nasceu em Eindhoven, Holanda, em 1891. A Philips começou produzindo lâmpadas de filamento de carbono e, na virada do século, já era um dos maiores fabricantes da Europa.Depoispassou a protege suas inovações com patentes, em áreas como os raios-X e a recepção de rádio, fato que marcou o início da diversificação da sua gama de produtos. Tendo introduzido um tubo de raios-X em 1918, a Philips envolveu-se nas primeiras experiências de televisão em 1925.

Começou a produzir rádios em 1927 e, em 1932, já tinha atingido um milhão de unidades vendidas. Um ano mais tarde, a produção de válvulas de rádio chegou aos 100 milhões, tendo também iniciado a produção de equipamento médico de raios-X nos Estados Unidos.

O primeiro barbeador elétrico da Philips foi lançada em 1939, momento em que a empresa já tinha 45 mil empregados em todo o mundo e um volume de vendas de 152 milhões de florins. A ciência e a tecnologia sofreram uma enorme evolução nas décadas de 1940 e 1950, tendo a divisão de Pesquisa da Philips inventado as cabeças rotativas que conduziram ao desenvolvimento do barbeador elétrico Philishave, dando início a um extenso trabalho que hoje inclui o desenvolvimento dos transistores e circuitos integrados.

Nos anos 60, estes progressos deram origem a importantes descobertas, tais como os CCDs (Charge-Coupled Devices-Dispositivos para Acoplamento de Cargas) e LOCOS (Local Oxidation of Silicon – Oxidação Local de Silício).

A Philips também teve uma contribuição muito importante no desenvolvimento da gravação, transmissão e reprodução de imagens televisivas, tendo o seu trabalho na área da pesquisa conduzido ao desenvolvimento do tubo de câmara de TV Plumbicon, bem como ao aperfeiçoamento das substâncias fosforescentes destinadas a permitir imagem de melhor qualidade. Em 1963, introduziu o cassete de áudio compacto e, em 1965, produziu os seus primeiros circuitos integrados.

admin

Você e sua moto! Nós amamos motos!

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.