PNBL garante web barata, mas limita download. O limite imposto é consideravelmente menor que a média do mercado

O Plano de Banda Larga que será lançado até o dia 1 de outubro, segundo o governo federal, vai diminuir o preço da internet, porém, restringir os downloads. O limite imposto é consideravelmente menor que a média do mercado.

Quem assinar o Plano navegará a 1 Mbps por R$ 35 mensais, mas só poderá baixar 300 MB de arquivos por mês. O valor corresponde a cerca de três músicas por dia. Se atingir o limite, o usuário pode continuar baixando arquivos, mas em uma velocidade menor.

“A limitação de downloads preserva os pacotes atuais das operadoras, para que não haja concorrência com o novo produto, mais barato”, diz Eduardo Tude, consultor e presidente da Teleco.

Tude ainda defende que o valor é suficiente e que dá “até” para ler os e-mails. “Para consultar e-mails, 300 MB devem ser suficientes”, declara.

O Ministério das Comunicações afirma que o acordo com as operadoras prevê que o limite de download suba para até um GB até 2014.

Com informações da Folha de São Paulo

Related posts

Leave a Comment