Nova Tática De Spam: Links Com O Youtube

De acordo com a Symantec, este tipo de spam representou 15% de todo o correio não solicitado durante o mês de agosto.

Agosto foi um mês interessante em relação ao spam, que sofrendo aumento de 3% contribuiu para totalizar a porcentagem de 70% de todo o correio eletrônico em âmbito mundial. A seguir algumas das tendências de spam observadas mundialmente durante o mês passado, de acordo com o mais recente Relatório sobre Spam da Symantec:

Spam e YouTube. Os emissores de spam continuam utilizando técnicas de engenharia social em diversos tipos de ataques que contém endereços maliciosos. Recentemente eles passaram a incorporar em suas mensagens links ao popular site YouTube, com havia sido feito antes com sites de cartões eletrônicos de felicitação. Este tipo de abordagem respondeu por 15% de todo o spam observado durante o mês de agosto.

Spam de PDFs. Uma nova técnica, o spam de PDF atingiu um pico de atividade em princípios do mês de agosto, mas por volta do final do mês seus números foram muito baixos. Detectado pela primeira vez em junho de 2007, este tipo de spam sofreu aumento ao incluir arquivos com extensões PDF, XLS y RAR. No começo de agosto, este tipo de spam representava 20%, mas por volta do final do mês, passou a representar menos de 1%.

Spam de titulação on-line: Foi detectado recentemente um tipo de spam relacionado a questões acadêmicas e a obtenção de títulos. Neste tipo de golpe há geralmente um número de telefone ou um link com um endereço eletrônico através dos quais a vitima é incitada a realizar uma determinada ação, conquistando-se assim a titulação desejada em um espaço de tempo mais curto. A obtenção do titulo seria possível através de supostas aulas on-line, sendo que detectou recentemente um exemplo deste tipo de correio indesejado onde a mensagem convidava o usuário a obter uma licenciatura em aplicação da lei.

Mensagens de spam com URLs provenientes de dominios chineses. A promoção de produtos farmacêuticos e outros relacionados a cassinos parecem ser os principais focos das mensagens com URLs chineses.

Uso de arquivos Word anexos e imagens continuam sendo incluídos nos correios e servem para encorajar o usuário a abri-los.

admin

Você e sua moto! Nós amamos motos!

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.