Militares debatem nanotecnologia

A nanotecnologia, fonte de importantes inovações tecnológicas usadas na medicina, vestuário, eletrônica, engenharia de materiais, informática e vários outros setores, ainda é pouco usada para fins militares no Brasil. Os militares debateram o tema em evento realizado em Brasília.

Já em outros países, onde essas mesmas inovações ocupam papel de destaque na formulação das estratégias de segurança e defesa, os pesquisadores veem recebendo cada vez mais recursos públicos e privados para desenvolver equipamentos capazes de dar uma vantagem a seus soldados.

É o caso dos Estados Unidos. Segundo Adam Madison Rawlett, do U.S. Army Research Laboratory, quando as tropas norte-americanas desembarcaram no Iraque, em 2003, cada soldado carregava cerca de cerca de 45 quilos em equipamento. Com o emprego de material fabricado com os recursos da nanotecnologia, esse peso foi reduzido para cerca de 18 quilos, tornando o soldado mais ágil e lhe permitindo carregar mais munição. O mesmo ocorreu com os tanques de guerra, que de 70 toneladas passaram a pesar apenas 30 toneladas.

Agência Brasil

AZ

Related posts

Leave a Comment