Motociclismo 

Gosta de cortar giros? Olha só o prejuízo que pode dar…

Bastante gente faz isso. Na verdade, quem está sendo punido é o motor da moto.

O vídeo abaixo traz uma explicação muito didática sobre o funcionamento do corte de giro. Assista.

AGora vejam como é a flutuação de válvulas em super slow motion. Note que, quando a carga das molas é insuficiente, elas se tornam incapazes de lidar com a inércia do conjunto e o fechamento perde eficácia – as válvulas quicam e giram ao retornar para a sede, perdendo a sincronia. É nesse momento que a válvula corre o risco de ser atropelada pelo pistão, de desencaixar de sua trava, de quebrar por ser induzida a movimentos laterais pela rotação da mola, ou de desencadear uma onda de choque na mola que irá criar um ponto crítico de estresse.

O que ‘NÃO’ fazer para danificar o motor.

 

Related posts

Leave a Comment