Dilma exige Banda Larga de 1Mbps

O maior projeto sobre internet no Brasil ficou ainda mais ambicioso por causa de uma determinação da presidente Dilma Rousseff. Reportagem da edição dominical da Folha de S.Paulo revela que a velocidade exigida no Plano Nacional de Banda Laga (PNBL), antes na casa dos 600 Kbps (kilobits por segundo), passou a ser de 1 Mbps (megabit por segundo).

Dilma tomou a decisão por considerar que o PNBL ainda está muito atrasado se comparado com os projetos de países desenvolvidos. Nos Estados Unidos, por exemplo, o plano prevê 100 Mbps, enquanto na Coreia do Sul a velocidade média está entre 1 e 2 Gbps.

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, já foi avisado da alteração e de que deveria avisar às teles que o termo kilobit está abolido. “Vamos falar em megabit”, exigiu a presidente.

O PNBL prevê que boa parte do país seja coberta por internet rápida ao custo de R$ 35 por mês, sendo que o preço pode cair a R$ 29,80 mensais, caso os Estados abram mão do ICMS sobre os pacotes vinculados ao plano. As teles, para brigar pelo projeto, terão de se adaptar às novas recomendações, e não mais ficar pedindo dinheiro ao governo, afirmou Dilma.

Related posts

Leave a Comment