Um celular na mão e um flagrante na cabeça.

Uma imagem divulgada em todos os veículos de comunicação me chamou a atenção pela rapidez com que se propagou pela web. Uma abordagem completamente errada da Polícia do Ronda do Quarteirão na cidade de Fortaleza, Ceará; deixou todo mundo estupefato, arrasado com a cena de desespero de um pai ao ver o filho morto ao chão por um tiro disparado de forma totalmente irresponsável. Chamou a minha atenção o fato de que os celulares estão cada vez mais potentes e os seus donos viraram repórteres fotográficos, cinematográficos e até detetives.

[photoframe folder=wp-content/blogs.dir/33/files/cells-1123825501 filename='images-3.jpg' size=small desc='Cada vez mais multiuso' align=center]

Sempre tem um por perto com reflexo suficiente para gravar e enviar as imagens diretamente aos sites de notícias. A queda do avião no Paquistão, onde todos morreram, foi praticamente transmitida ao vivo via Youtube. Após a morte por atropelamento do filho de Cissa Guimarães, onde a proposta de aceitar propina colocou dois policiais na cadeia; ontem um motorista foi preso no Rio de Janeiro por tentativa de suborno quando um outro policial resolveu gravar a conversa pelo celular.

Há inúmeros casos de pessoas que sabem usar o recurso para gerar notícia e até escândalos. Mais recentemente o Brasil todo pode acompanhar o Caso de Sorocaba – onde um triângulo amoroso entre amigos – acabou em pancadaria e foi parar na net. Este caso não foi gravado por um celular, mas por uma de muitas câmeras digitais que existem nas residências.

[photoframe folder=wp-content/blogs.dir/33/files/cells-1123825501 filename='sony-ericsson-xperia-x10-15.jpg' size=small desc='Câmeras de celulares alcançarão a qualidade fotográfica das câmeras profissionais DSLR' align=center]

Os celulares, cada vez mais potentes e com mais recursos, chegam a gravar por vários minutos e podem chegar a horas de gravação dependendo do cartão de memória que estiver no aparelho. Mas os celulares também estão sendo usados para localizar e rastrear pessoas desaparecidas. No caso ‘Mércia’ o celular teve papel fundamental ao rastrearem as últimas ligações. Segundo matéria do Estadão (21/07/2010), o rastreamento do celular apontou que o policial não permaneceu no carro dele das 18h17 às 22h32 desse mesmo dia. As antenas revelam, segundo a polícia, que circulou por grande parte da cidade de Guarulhos, na Grande São Paulo. Ainda de acordo com a matéria o delegado informou que, o ex-namorado da vítima utilizava este número de celular apenas para se comunicar com o vigia (também acusado de fazer parte do crime). De acordo com o delegado, “Mércia ligou apenas uma vez para este número. Mizael não atendeu e ligou rapidamente para a advogada em outro celular”, revela. Segundo o advogado Samir Haddad Júnior, Souza negou no depoimento ter feito as 16 ligações.

[photoframe folder=wp-content/blogs.dir/33/files/cells-1123825501 filename='images-4.jpg' size=small desc='Materiais registrados em celular já são aceitos como provas' align=center]

Por exemplo, celulares como a geração 4 do iPhone, o NOKIA E71 e o HTC Touchpro2 conseguem gravações incríveis com áudio de ótima qualidade. Isso permite gravar em quase todas as condições de luz e, mesmo onde a luz não exista, ele vira um ótimo gravador de voz. Mas há ainda outros modelos mais baratos que podem realizar as mesmas coisas. As marcas Nokia, Motorola, Samsung, Sony-Ericsson, por exemplo, e até a estreante CCE têm celulares em versões mais barata que permitem gravações e fotos.

O Executivo da Nokia Anssi Vanjoki chegou a afirmar há alguns meses que as câmeras de celulares alcançariam a qualidade fotográfica das câmeras profissionais DSLR, tornando estas obsoletas e tomando para os celulares mais esse nicho de gadgets. Câmeras de “telefones espertos” como diz o Mestre Piropo, apresentam resoluções de 5, 8 e 12 Mega Pixels, podendo até gravar vídeos com qualidade HD de 720p, colocando ainda mais qualidade às gravações realizadas pelos celulares.

[photoframe folder=wp-content/blogs.dir/33/files/cells-1123825501 filename='images-2.jpg' size=small desc='Os celulares são hoje minicomputadores ' align=center]

Mas não para por aí.  As câmeras de celulares ainda são protagonistas de muitas outras cenas da vida real. Entre os mais jovens flagrantes registrados através de celulares é mais uma onda que veio para ficar. Existem muitos sites e blogs dedicados a isso. Um dele o Mundo das Tribos tem uma área dedicada a flagrantes feitos por celular. O Profissão Repórter (TV Globo) exibido em 02/09/2009 mostrou como os celulares vem se tornando um grande aliado na busca de flagrantes nas grandes cidades. O programa apresentou diversos flagrantes. A equipe de jovens repórteres comandada por Caco Barcelos se dividiu para acompanhar os motoboys de São Paulo que registram com o celular tudo que acontece na cidade. Há flagrantes de assédio, pedofilia, sexo enfim – é um celular na mão e um flagrante na cabeça. Muitos casais de namorados ou ex-conjuges (por vingança) acabam postando fotos íntimas na web, tiradas em celulares. As empresas de comunicação chegam a pagar por imagens que venham de celulares e que sirvam para informar e aumentar a audiência, mesmo que seja uma bizarrice. Tem gente que também não toma cuidado com seus aparelhos e fotografa, filma muita coisa da sua vida privada e, às vezes, íntima. Ocorre que, por uma azar qualquer, acaba perdendo ou tendo o celular roubado. Se cair nas mãos de um bandido, pode vir a ter sérios problemas e, se cair nas mãos de um desses ‘postadores’ de tudo na web, vai acabar tendo suas fotos publicadas em vários sites de gente estranha, em poses esquisitas.

[photoframe folder=wp-content/blogs.dir/33/files/cells-1123825501 filename='images.jpg' size=small desc='Muitos casais de namorados ou ex-conjuges (por vingança) acabam postando fotos íntimas na web, tiradas em celulares. ' align=center]

Mais do que apenas indícios, mensagens de texto e outros materiais registrados em celular já são aceitos como provas. No caso Eliza Samudio um celular foi utilizado para gravar um depoimento dela a respeito de agressões que ela teria sofrido do goleiro Bruno, ex-atleta do Flamengo. Em outra parte, uma mensagem enviada por celular (11 de maio) para o número da sua advogada onde ela registrou que poderia “acontecer algo com ela” e se acontecesse ”saberia quem foi”.

Um celular na mão não serve mais apenas para falar. Ultimamente informam, denunciam e produzem flagrantes de todos os tipos. Mas parece que as pessoas não percebem esse risco e ainda tem na cabeça a máxima de que seria só um aparelho de celular, com uma camerazinha que grava imagens ruins e sons inaudíveis. Era assim! Não é mais. Os celulares são hoje minicomputadores e engana-se quem pensa que eles ainda servem apenas para realizar e atender chamadas.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.