Profissão de Analista de Sistemas pode virar a "OAB" da info

O Projeto de Lei número 607 de 2007, que dispõe sobre a regulamentação do exercício da profissão de Analista de Sistemas e suas correlatas, cria o Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Informática, recebeu relatório positivo na Comissão de Constituição e Justiça, com correções, recentemente publicado em 09/07/2009. O Projeto foi aprovado em março de 2008 na Comissão de Ciência e Tecnologia.

Segundo a proposta, teríamos uma espécie de “OAB” da Informática. Quem já trabalha na área deve começar a se preocupar, pois é preciso comprovar cinco anos de profissão na época da entrada em vigor da Lei, para permanecer com o emprego e a profissão. Gestão de Projetos de Sistemas de Informação, perícias, auditoria e ensino; ou seja:para muitas atividades, será necessário ser “Analista de Sistemas”, nos termos da Lei.

Algumas perguntas ainda estão com respostas incompletas. Por exemplo: Como ficam os pós-graduados ou mestres em Tecnologia da Informação, mas que não necessariamente se graduaram na área?

O que vai acontecer se aquele programador júnior que aprendeu a desenvolver no curso da esquina for pego fornecendo sistemas?

Teremos Analista só para assinar os projetos?

O direito de atuar com sistemas de informação deve ser restrito?

A palavra é sua.

Para saber mais: Projeto de Lei 607

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.