O que pode atrapalhar o WiMax?

Preço

Os preços dos chips, dispositivos e serviços de rede WiMax são a principal pedra no caminho de WiMax.

O preço de uma placa para laptop WiMax, por exemplo, seria próximo do preço de uma placa para laptop WiFi, enquanto que uma assinatura mensal custaria quase a mesma coisa que um serviço residencial via cabo ou DSL. “Será acessível”, ele afirmou.

A média dos consumidores sediados nos Estados Unidos não pagaria 60 dólares mensais por acesso em banda larga wireless via placa de laptop. Mas desembolsaria uma “pequena quantia” além dos 30 dólares mensais pagos atualmente pelo serviço residencial a cabo ou DSL para obter velocidade de, talvez, 2.8Mbps sobre conexão com fio.

Enquanto isso, a Intel e outros fabricantes de chips têm de reduzir os custos dos chips WiMax não apenas emplacas de laptop, mas também dentro dos laptops e dos telefones celulares mais diminutos, segundo Jack Gold, analista da J. Gold Associates. “WiFi decolou principalmente por causa do chip Centrino

O que WiMax tem de tão especial?

A maior vantagem de WiMax esteja na mobilidade, de acordo com Ayvazian. Com WiMax, o vídeo que um usuário residencial de banda larga assiste em um PC hoje também pode ser visto dentro de um carro ou em uma caminhada fora de casa, por exemplo.

Confiabilidade

Entre as vantagens de um serviço WiMax focado em negócio confiável, talvez apoiado por SLAs, estaria a capacidade de fornecer dispositivos mais baratos e cobertura em um vasto campus corporativo, em oposição a montar uma colcha de retalhos de pontos de acesso Wi-Fi, disse Phillip Redman, analista do Gartner.

Rapidez na implementação

Inevitavelmente, existe uma relação entre ter dispositivos suficientes executando chips WiMax e atrair interesse do mercado suficiente para que os clientes comprem dispositivos executando WiMax em grande quantidade, observaram analistas.

Talvez não seja muito diferente de antigamente, mas com WiMax, e em especial com Xohm, o cronograma parece ser mais premente do que antes por causa da variedade de tecnologias sem fio concorrentes, sobretudo nos Estados Unidos e em outros países desenvolvidos.

A concorrência

Diante do licenciamento do espectro e das tecnologias de banda larga concorrentes, Redman previu, em fins de 2006, que em 2011 haverá menos de 10 operadoras wireless internacionais implementando WiMax.

O fato é que a última previsão Yankee Group foi acelerada. Os 7 a 8 milhões de assinantes de WiMax nos Estados Unidos em 2011 e 27 milhões mundialmente deverá se antecipar em um ano, levando em conta as parcerias da Sprint com a Clearwire e a Google.

É óbvio que WiMax tem pela frente muitas questões, obstáculos reais e obstáculos potenciais. Ainda assim, a promessa é tão grande que, embora os analistas não queiram se mostrar excessivamente otimistas, também não estão pessimistas demais ao prever o sucesso que será alcançado.

O desempenho de Xohm em seus primeiros mercados em Baltimore/Washington e Chicago lançado em dezembro deverá responder a muitas dessas perguntas.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.