DESTAQUES Mercado 

Honda: Vultus NM4

Imaginação pura, num estilo indefinido, mas que lembra muito os super heróis dos desenhos animados com suas supermotos que fazem tudo, inclusive voar. Na definição da Honda, a NM4 Vultus traz para as ruas o estilo dos jatos de guerra, procurando envolver o piloto em um casulo de ângulos vivos e aerodinâmicos inspirados em quadrinhos mangá japonês. Se a definição serve ou não, o mercado europeu (por enquanto) vai dizer. Esta cruiser saída do mundo dos quadrinhos está disponível no velho mundo pelo preço equivalente a R$58.000,00 aproximadamente (10.000 libras).

Apresentada inicialmente no Motorshow de Osaka em 2014, a Vultus tem um “cockpit” envolvente e que inclui o painel digital que pode ser personalizado a muda de cor de acordo com o modo de condução (transmissão) escolhido. Todas as luzes da moto são de LED e apenas alguns detalhes de aço quebram a falta de brilho do preto fosco predominante, única cor disponível para esta guerreira. Montada sobre a base mecânica da NC 750X e do scooterzão Integra, a Vultus traz uma caixa de marchas semi-automática com dupla embreagem e deseja que seu piloto fique confortável. A posição do banco, pedaleiras e guidão formam um triangulo que posiciona o piloto perfeitamente relaxado, deixando para o restante do conjunto ciclístico fazer o resto.

Algumas características bem singulares chamam a atenção, como a mudança da cor da luz de fundo do painel de acordo com o modo de pilotagem escolhido: neutro é branco, pró é azul e o rosa avermelhado ficou para a pilotagem esportiva. Mas há um quarto modo onde o câmbio fica em modo manual para as trocas e o painel assume a cor vermelha, bem agressiva. Claro, numa moto deste tipo o piloto pode ainda escolher uma cor a partir de cinco outros intervalos de tons para personalizar a exibição.

Outro detalhe é o encosto (apoio lombar) para o piloto, algo especial nesta moto porque é um detalhe que lembra os transformers do cinema, onde o banco do garupa se transforma no encosto para o piloto, travando para fornecer o necessário apoio. E melhor que tudo, ele fica totalmente ajustável em três posições, oferecendo aquele ajuste fino para que cada piloto encontre a sua posição ideal de pilotagem.

Equipada com todas as suas luzes em LED, o apelo visual desta moto, mais do que o desempenho e o conforto oferecidos, harmonizam com o estilo futurista e as formas aeronáuticas, tornando o conjunto moto e piloto um grande destaque na cena urbana. O motor de dois cilindros com 745 cc desenvolve 55 cv a 6.250 rpm e despeja 6,7 kgfm de torque na roda traseira, o suficiente para uma aceleração justa e sempre disponível. Com um configuração de equilíbrio entre torque e velocidade, este motor se caracteriza pelo giro baixo e economia de combustível, o que pode ser um diferencial em função do pequeno tanque de combustível de apenas 11,6 litros.

O chassi do tipo diamante é construído em tubos de aço e as suspensões são convencionais, com garfos telescópicos na dianteira e amortecedor único na traseira do tipo Pro-Link. Equipada com câmbio de 6 velocidades e o sistema de dupla embreagem da Honda, a NM4 Vultus possui freios à disco nas duas rodas com ABS de série. Parece um conjunto comum, mas este conjunto oferece o que há de mais moderno em termos de tecnologia para motocicletas. E não é pouco. Sem planos de ser vendida no Brasil, os fãs da marca ou do estilo “super-heróis dos quadrinhos” terão que se virar com as customizações feitas em motos antigas por aqui mesmo.

Fonte: Honda Europa

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.