Electronic Arts retira soldados do Talibã de 'Medal of Honor'

A Electronic Arts anunciou nesta sexta-feira (1) a remoção dos personagens do grupo radical islâmico Talibã do jogo de guerra “Medal of Honor”, em resposta ao pedido de familiares de soldados mortos em combate. Agora, os personagens que os militares dos Estados Unidos lutam contra nos combates “multiplayer” do jogo são chamados de “forças opositoras”.

A polêmica em cima de “Medal of honor” surgiu depois da divulgação de que seria possível controlar membros do Talibã no modo para diversos jogadores on-line. O time opositor deveria enfrentar soldados do mais alto escalão do exército dos Estados Unidos. Por apresentar este conflito e violência, o game recebeu classificação indicativa de “impróprio para menores de 18 anos” no Reino Unido e nos Estados Unidos.

Saiba mais.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.