Apple questiona decisão do júri em ação por quebra de patentes

Apple questiona decição do juri em ação por quebra de patentes

A Apple está questionando um veredicto que pode forçá-la a pagar cerca de 625,5 milhões dólares para uma empresa fundada por David Gelernter, professor de ciência da computação da Yale, por violar três patentes relacionadas à forma como os arquivos são exibidos no iPod, o iPhone e computadores Macintosh .

Um júri federal em Tyler, no Texas, na sexta-feira(1) foi favorável a causa da empresa, Mirror Worlds, de cobrar da Apple 208,5 milhões dólares em danos para cada uma das patentes violadas. Eles incluem uma patente relacionada com o Cover Flow, uma característica central de computadores da Apple e dispositivos móveis que permite aos utilizadores percorrer capas de álbuns, fotos e outros arquivos.

O juiz federal responsável pelo caso ainda não emitiu formalmente o veredicto. Através de um recurso de emergência apresentado no domingo, a Apple solicitou ao juiz a suspensão da sentença por causa de uma série de “questões pendentes” relativas a duas das três patentes que teriam sido deliberadamente violadas. A Apple alegou que seria um erro o tribunal de conceder ao requerente a sentença completa para cada uma das patentes.

Se a decisão do júri for confirmada pelo juiz, a Mirror Worlds deverá receber o valor total recomendado pelo tribunal o que será também uma das maiores indenizações por quebra de patente na história dos Estados Unidos.

Postagens Relacionadas

0 Thoughts to “Apple questiona decisão do júri em ação por quebra de patentes”

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Luis Sucupira, Luis Sucupira. Luis Sucupira said: Apple questiona decisão do juri em ação por quebra de patentes: http://wp.me/p15E0l-7T […]

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.