WEB: Grupos problemáticos cresceram 25 % em 2008

O ódio e a intolerância estão aumentando cada vez mais na internet. Essa é a constatação do relatório divulgado nesta quarta-feira (13) pelo Simon Wiesenthal Center, que registrou um aumento de 25% em 2008 no número dos grupos chamados de “problemáticos” nas redes sociais da web. Militantes e grupos de promoção do ódio estão incrementando o Facebook, MySpace e YouTube para divulgar e recrutar novos membros.

O estudo pesquisou mais de 10 mil sites, grupos de redes sociais, portais, blogs, salas de chat, vídeos e jogos na internet que promovem a violência racial, o anti-semitismo, a homofobia, a música de ódio e o terrorismo. Os grupos mais visados na internet, segundo o relatório, incluem judeus, católicos, muçulmanos, hindus, gays, mulheres e imigrantes.

Segundo o relatório, grupos extremistas também estão estabelecendo sites próprios de redes sociais, ou seja um ‘orkut’ que só recebe determinados tipos de pessoas ou raças. Um exemplo é o “New Saxon”, descrito como “um site de redes sociais para pessoas de ascendência européia”, produzido por um grupo neonazista dos Estados Unidos chamado National Socialist Movement.

admin

Você e sua moto! Nós amamos motos!

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.