Vendas varejistas subiram 6,9% em abril

O IBGE divulgou nesta segunda-feira, 16, que na comparação com abril de 2008, o volume de vendas do varejo cresceram 6,9%, bem acima portanto das taxas observadas em março. Nos quatro primeiros meses do ano, esses indicadores registraram elevação de 4,5%. Nos últimos doze meses, volume e receita acumularam crescimento de 7,1%.

Na comparação abril/março de 2009, apenas duas das oito atividades do Varejo apresentaram taxas positivas para o volume de vendas: Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (0,8%) e Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (8,9%). Os resultados negativos foram de -0,8% para Combustíveis e lubrificantes; -1,7% em tecidos, vestuário e calçados; – 2,0% para Móveis eletrodomésticos; -1,0% para Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos; -2,7% em Livros, jornais, revistas e papelaria; e -2,4% em Outros artigos de uso pessoal e doméstico.

As duas outras atividades que formam o Varejo Ampliado registraram, também, resultados negativos, em abril em relação a março:Veículos e motos, partes e peças, com taxa de -5,6%; e Material de construção (-3,5%).

A atividade de Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação exerceu o quarto maior impacto positivo na formação da taxa do varejo em abril, com seus 27,0% de crescimento em relação a igual mês de 2008. Trata-se da atividade com a maior expansão em volume de vendas até agora: 18,1% na relação janeiro-abril09/janeiro-abril08, e 29,7% no acumulado dos últimos 12 meses. Aumento de renda e redução de preços são os principais fatores para este desempenho.

Related posts

Leave a Comment