Site da OI invadido infectava ao enviar torpedo pela web

O ditado “O tiro saiu pela culatra” vai ser mudado, pelo menos na web. Os internautas que enviaram torpedos na página da OI podem ter baixado vírus. Aconteceu esta semana em uma página da operadora de telefonia Oi. O serviço de torpedos web da operadora teve sua página alterada para que um código malicioso tentasse carregar um programa em Java para roubar as senhas bancárias do computador. Os alvos preferidos dos malwares eram os sites do Itaú, Bradesco, Nossa Caixa e Santander.

Em nota, a Oi confirmou o ataque ao site Oi FM e afirmou já ter corrigido o problema assim que tomou conhecimento do mesmo. Não se sabe quando exatamente o vírus foi injetado na página da Oi. A invasão foi descoberta pelo ARIS, do site Linha Defensiva em 18/05. O ARIS imediatamente notificou a operadora, que retirou o código do ar em poucas horas. A alteração maliciosa realizada na página fazia com que uma solicitação de autorização do Java fosse exibida na tela.

Mas os ataques não são apenas privilégios das operadoras. As agências do governo americano US Marshalls e Federal Bureau of Intelligence (FBI) desligaram parte de suas redes como medida de precaução na quinta-feira (21) devido a problemas de segurança. As organizações tiveram suas redes atacadas por um vírus ainda desconhecido.

O acesso à internet foi cortado, mas ainda não se sabe nada sobre a origem e o propósito do vírus misterioso. Meses atrás, outro órgão governamental norte-americano, o Pentágono, foi invadido por hackers. Os criminosos roubaram informações críticas do projeto do caça multi-propósito de última geração Joint Strike Fighter(JSF)/F-35 Lightning II.

admin

Você e sua moto! Nós amamos motos!

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *