Setor de tecnologia foi o mais afetado pela crise

O setor de tecnologia foi um dos mais afetados pela crise financeira internacional. Esta é a constatação do Boletim Radar divulgado, nesta quarta-feira, 18/11, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

No auge da crise, segundo o IPEA, entre setembro de 2008 e fevereiro de 2009, a produção dos setores de média e alta intensidade tecnológica caiu 25% e os de alta tecnologia 17%.

Entre os produtos de alta intensidade tecnológica, os equipamentos de eletrônica e de comunicações foram os mais afetados pela crise, com redução superior a 30% na produção. Já entre os produtos de média-alta intensidade tecnológica, as principais quedas na produção aconteceram nos setores de máquinas e equipamentos e de automóveis, que caiu 34%.

Related posts

Leave a Comment