O litro mais caro do mundo!

Sábado é dia de sentar à mesa com colegas e trocar idéia sobre vários assuntos. Negócios, novidades, fofocas, crise americana e aquelas novidades que ninguém suporta ouvir. Foi num destes sábados que não perdi tempo e iniciei um debate que consumiu toda a atenção da cerveja, pois após a Lei Seca, a gente vai e volta de taxi ou pede alguém pra vir buscar.

Perguntei ao pessoal: “Qual o líquido mais caro do mundo vendido em litro?”.

Respostas imediatas: -“Gasolina! Cachaça! Água! Whisky! Champange! Vinho!…”

-“Não!” Respondi.

-“Todas as alternativas?” Gritou outro colega.

-“Não…” Continuei esperando uma resposta.

-“É a tinta para impressora!” Disse eu.

Não precisa dizer que foi um silêncio enorme e imediatamente veio a colocação: -“prove!”

Então vamos lá! Comecei a ler trechos do email e enquanto alguns chamavam o garçom para pedir caneta para anotar, outros puxavam celulares e smartphones para conferir tudo. E a diversão começou.

Eu já havia escrito uma coluna sobre impressoras chamada “Porque custa tão caro manter uma impressora?” na tentativa de que fabricantes se pronunciassem a respeito de uma prática que incomodava muito os usuários. Dentre elas estava o jogo que é a redução da capacidade dos cartuchos x quantidade de tinta. O que seria um fato preocupante ficou absurdo quando li um email que me foi encaminhado. Resolvi refazer os cálculos e, realmente, as informações são preocupantes sob o ponto de vista dos custos com impressão.

Nesta conta levei em consideração várias coisas. Uma delas foi o consumo doméstico; na segunda o consumo corporativo e na terceira o outsourcing de impressão. Dos três, a melhor opção para as empresas ainda é o outsourcing de impressão. Para usuários domésticos ou pequenos consumidores a melhor opção ainda é recarregar os cartuchos.

No email vinha a seguinte pergunta: “O que é que custa quase R$ 13.575,00 por litro e não é para beber?”

Resposta: “TINTA PARA IMPRESSORA !”

E o email trazia em seguida a memória de cálculo onde apresentava uma impressora HP DJ3845 vendida nas principais lojas por aproximadamente R$ 250,00. Segundo o email “a reposição dos dois cartuchos (10 ml o preto e 8 ml o colorido), fica em torno de R$ 130,00. Daí você vende a sua impressora semi-nova sem os cartuchos por uns R$90,00 (pra vender rápido), junta mais R$ 80,00 e compra uma nova impressora e com cartuchos originais de fábrica, ainda economizará R$ 80,00!”

O pior é que está certo.

E continua o email: “Os fabricantes fingem que nem é com eles, dizem que é caro por ser tecnologia de ponta. Para piorar, de uns tempos para cá, passaram a DIMINUIR a quantidade de tinta (mantendo o preço). Um Cartucho HP, com míseros 10 ml. de tinta custaR$ 55,99. Isso dá R$ 5,99 (cinco reais e noventa e nove centavos) por mililitro.”

Outra verdade.

E o nosso revoltado consumidor continua sua defesa, ou seria seu ataque? “Só para comparação, o champagne Veuve Clicquot City Travelle custa por mililitro = R$1,29 (um real e vinte e nove centavos). Só acrescentando: as impressoras HP1410, 3920 que usam os cartuchos HP 21 e 22, estão vindo somente com 5 (cinco) ml de tinta!”

Mais uma verdade… Tem mais!

“A Lexmark vende um cartucho para a linha de impressoras X, cartucho 26,com 5,5 ml de tinta colorida por R$ 75,00. Fazendo as contas: 1.000ml / 5.5ml = 181 cartuchos x R$ 75,00 = R$13.575,00 .”

Nessa hora eu respirei fundo e disse: – “R$ 13.575,00 por um litro de tinta colorida. Sabe o que podemos comprar com este valor?”

– 2.262 garrafões de água mineral de 20 litros; ou

– 300 gramas de OURO; ou

– 3 TVs de Plasma de 42 SONY; ou

– 1 UNO Mille Fire 2003; ou

– 45 impressoras que utilizam este tipo de cartucho; ou

– 4 notebooks HP Pavillion; ou

– 4 IMAC MA876LL Apple; ou

– 7 Quad Core 2.40; ou

– 10 Core 2 Duo TV 2.53; ou

– 5 Sony VAIO prata VGN-NR260AN

Uma empresa que consome 50 cartuchos de 10 ml, mensalmente, em dois anos e vinte e seis dias estaria comprando alguns desses itens listados acima. Pode parecer que não existem empresas com esse padrão, mas existem até com consumo maior. O cartucho reciclado ainda é uma alternativa bem mais barata. Vejamos: Um cartucho recarregado de 10ml custa em médio R$ 20,00(cor) e R$ 18,00(preto). Se pegarmos o custo do colorido teremos o litro a R$ 2.000,00 reais e o preto a R$ 1.800,00. Somando, os dois litros saem por R$ 3.800,00, portanto aproximadamente o mesmo que:

– 633 garrafões de água mineral de 2º litros; ou

– 90 gramas de OURO;

– 1 TVs de Plasma de 42 SONY;

– 1 fusca 1977 bem conservado;

– 12 impressoras que utilizam este tipo de cartucho;

– 1 notebook HP Pavillion;

– 1 IMAC MA876LL Apple.

– 2 Quad Core 2.40;

– 2 Core 2 Duo TV 2.53;

– 2 Sony VAIO prata VGN-NR260AN

O silêncio foi fúnebre. Todos estavam agora fazendo a conta dos seus prejuízos. Para piorar a situação eis que chega um amigo que trabalhava com cartuchos originais. Ele até tentou argumentar sobre qualidade etc, mas ninguém quis escutar muito, não. Em determinada hora um dos que estavam à mesa disse:

-“Ô fulano, a conta hoje da cerveja é tua. Pois por tua causa, aqui pelos meus cálculos, eu deixei de comprar e não vou tomar umas 4 mil cervejas. Então, essas você paga.”O riso foi geral.

Bom humor é fundamental para suportar determinadas constatações. Aproveito o mote pra mudar um ditado secular: Em vez de “não adianta chorar o leite, derramado” o melhor é mesmo dizer “não adianta chorar a tinta pra impressora, derramada.”

Analise bem os custos com impressão. Enquanto este cenário não mudar a opção será mesmo utilizar o sistema de recarga ou de outsourcing de impressão.

Related posts

0 Thoughts to “O litro mais caro do mundo!”

Leave a Comment