Nove mil americanos são vítimas de acidentes com PCs

O americano é um povo realmente estranho e desastrado. A prova maior da afirmação é o estudo que aponta a popularização dos computadores como responsável por diversos acidentes envolvendo tecnologia, como tropeçar no fio da impressora ou deixar o laptop cair sobre o pé. Problemas desse tipo aumentaram 732% de 1994 a 2006, de acordo com a pesquisa publicada na edição de julho da “American Journal of Preventive Medicine”.

A revista “Time”, publicou esta semana matéria tratando do tema e conclui que atualmente cerca de 9,3 mil norte-americanos são vítimas desse tipo de acidente por ano. Com base nas informações fornecidas por cem pronto-socorros de hospitais dos EUA, 78.703 pessoas apresentaram ferimentos, como arranhões e pancadas, causadas por equipamentos tecnológicos no período de 13 anos.

Os computadores no ambiente doméstico, cresceram 309% no mesmo período, porém a maioria dos acidentes envolvendo computadores (93%) acontece no ambiente doméstico. Os cortes são o acidente mais comum em todas as faixas etárias (39%). Se considerados somente os adultos, pancadas são as mais frequentes (37%), seguidas pela queda de equipamentos (21%). As partes mais feridas são geralmente mãos, pés, braços e pernas, “vitimados” em 57% dos acidentes. Em 50% dos casos, eles acontecem quando os adultos estão mudando alguma peça de lugar.

No grupo de pessoas entre 1 e 89 anos, as crianças com menos de 5 anos são as que mais sofrem acidentes relacionados a computadores: 13,4% do total. Nesse grupo, o recorde de acidentes (76%) envolve pancadas na cabeça.

Entre 2003 e 2006, época em que os monitores tradicionais (CRT) foram substituídos por telas de LCD nos Estados Unidos, o número de acidentes envolvendo equipamentos tecnológicos estabilizou. A pesquisa tem como objetivo estabelecer padrões oficiais de segurança no uso de computadores, mas parece que o problema não é a ameaça dos computadores às pessoas, mas das pessoas contra os computadores. Na realidade, os fabricantes precisam desenvolver dispositivos que protejam as maquinas dos clientes.

Algumas dicas para se livrar de acidentes:

Mantenha as máquinas longe da margem das mesas,

Encoste equipamentos pesados na parede ou no chão e,

Quando transportar a máquina, certifique-se de que o caminho está livre.

Enfim: seja o menos desligado e desastrado possível e por favor: MANTENHA LONGE DE CRIANÇAS, ANIMAIS DOMÉSTICOS e PESSOAS DESASTRADAS.

E antes de tudo: preste bem atenção por onde pisa.

A tecnologia, penhoradamente, agradece.

TIME – leia o artigo em inglês

WM

admin

Você e sua moto! Nós amamos motos!

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *