Nova Bandit N: mudou um pouco o visual.

FOTOS: Gustavo Epifanio

Apresentada em 2008 na Europa, a Bandit N (de naked) ganhou visual mais moderno, mas manteve o mesmo conjunto.  Para dar uma sobrevida a essa veterana naked, a Suzuki começou a atualização pelo farol. Em vez do tradicional conjunto óptico redondo, os projetistas apelaram para formas ovais e mais atuais. O farol também ganhou uma pequena cobertura prata nas laterais. As luzes de direção (setas) também seguiram as linhas ovais. A lanterna traseira ficou menor e um pouco afilada.

Mudou também o painel. Saíram os dois mostradores redondos e um tanto antiquados e chegou um painel com conta-giros oval e tela de cristal líquido retangular. Bastante completo com velocímetro, hodômetro, relógio, marcador de combustível, traz ainda um útil indicador de marcha engatada – único entre as nakeds de 600cc. As aletas decorativas do tanque agora são inteiriças e o desenho da rabeta mudou sutilmente. Por fim, o motor recebeu novamente a pintura preta de versões anteriores. Em geral a Bandit 650 2011 ainda parece um pouco antiquada se compararmos a naked da Suzuki com concorrentes como Yamaha XJ6N, Honda Hornet e Kawasaki Z 750.

Seus 85 cavalos de potência não são grande coisa comparando com os 102 cv da Hornet ou com os 106 cv da Kawasaki Z750, mas são mais do que na XJ6N (77,5 cv).  Outro destaque da Bandit são seus freios. Os dois discos dianteiros de 310 mm de diâmetro são flutuantes e “mordidos” por duas pinças de quatro pistões opostos. Na traseira, um único disco de 240 mm conta com uma pinça de um único pistão.

Painel novo

A Bandit  ainda peca pelo seu peso excessivo: são mais de 240 kg em ordem de marcha. Já  a Yamaha XJ6N, por exemplo, pesa 206 kg em ordem de marcha. Com preço sugerido de R$ 29.900, a Suzuki Bandit 650 2011, dentre as concorrentes de quatro cilindros em linha, a Yamaha XJ6N tem preço mais em conta, R$ 28.600, porém motor menos potente e especificações mais conservadoras. Já a Honda CB600F Hornet, líder de vendas no segmento, sai por R$ 33.260 na versão standard; e a Kawasaki Z 750, com motor de maior capacidade, custa R$ 33.990.

Ficha Técnica:

Motor Quatro cilindros em linha, refrigeração liquida, DOHC, 16 válvulas

Capacidade 656 cm³

Câmbio 6 velocidades

Potência máxima 85 cv a 10.500 rpm

Torque máximo 6,27 kgf.m a 8.900 rpm

Quadro Berço duplo em aço

Suspensão dianteira Garfo telescópico tradicional com ajuste na pré-carga da mola com curso de 130 mm

Suspensão traseira Balança oscilante com monoamortecedor com ajuste na pré-carga da mola e retorno com curso de 128 mm

Freio dianteiro Disco duplo flutuante de 310 mm de diâmetro com pinça de quatro pistões opostos

Traseira

Freio traseiro Disco simples de 240 mm de diâmetro com pinça de um pistão

Pneu dianteiro 120/70 ZR17

Pneu traseiro 160/60 ZR17

Comprimento total 2145 mm

Largura 780 mm

Altura 1095 mm

Entre-eixos 1470 mm

Altura do assento 790 / 810 mm, regulável em duas posições

Altura mínima do solo 135 mm

Farol

Peso (em ordem de marcha) 240 kg

Tanque de combustível 19 litros

Cores Azul, prata, preta e vermelha

Preço R$ 29.900,00

Mais informações www.suzukimotos.com.br

admin

Você e sua moto! Nós amamos motos!

Você pode gostar...