Mulher pode ter ganho US$8,5 milhões com prostituição na web

Um agente do FBI, disfarçado, se inscreveu em um site no mês de março de 2006 e pagou US$ 2,5 mil para ter acesso a fotos de 138 mulheres. Dias depois Michelle Braun era presa por agenciar prostituição, lavagem de dinheiro e de transportar indivíduos de Orange County para Nova York, com o propósito de prostituição. A mulher pagoufiança de US$ 20 mil e aguarda o julgamento em liberdade. De acordo com o “Orange County Register”, é possível que a mulher seja condenada a cinco anos de prisão e a pagar uma multa de US$ 30 mil. Seu advogado afirma que ela é responsável por um “fundo de investimento”.

Segundo a justiça da Califórnia, Michelle cobrava US$ 50 mil ou mais para seus clientes passarem a noite com as mulheres que ela anunciava na internet e estimam que ela faturou mais de US$ 8,5 milhões (cerca de R$ 17,5 milhões) com prostituição on-line. No menu de Michelle estariam algumas atrizes pop stars do universo pornográfico. Michelle Braun já participou nesta segunda-feira (11) de uma audiência no tribunal federal de Orange County, nos Estados Unidos. A próxima audiência será em 29 de junho.

No site de Michelle havia uma lista de 71 mulheres exibidas on-line com fotos, biografia detalhada e suas fantasias sexuais, sendo que 50 apareciam como moradoras de Los Angeles e duas em Orange County.

admin

Você e sua moto! Nós amamos motos!

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.