Malwarebytes acusa Iobit de furto

A empresa Malwarebytes (www.malwarebytes.org) produtora de um popular software antispyware acusou formalmente a empresa chinesa Iobit (www.iobit.com) de estar furtando sua base de definições antispyware para utilização no produto Iobit security 360.

Segundo nota publicada no fórum oficial da empresa Malwarebytes Nota Malwarebytes foi descoberta uma importante evidencia que comprovaria que a empresa chinesa produtora do software Iobit security 360 estaria furtando sua base de definições infringido direitos de propriedade intelectual.

Segundo a Malwarebytes a suspeita começou quando foi descoberto que o software da Iobit estava detectando com a mesma nomenclatura um ‘keygen’ que tinha a finalidade de validar chaves de licença para a versão paga do produto da Malwarebytes.

O ‘keygen’ em questão recebeu a nomenclatura de “Don’t.Steal.Our.Software.A.” por parte da empresa Malwarebytes que classificou esse executável como arquivo malicioso visando proteger o seu produto contra licenças indevidas, mas curiosamente segundo a Malwarebytes o software produzido pela Iobit passou a detectar com a mesma nomenclatura o mesmo keygen sem que este estivesse relacionado com o produto da empresa chinesa.

[photoframe size=large desc='A empresa Iobit emitiu nota oficial em sua defesa' align=center folder='wp-content/blogs.dir/33/files/malwarebytes-acusa-iobit-de-furto' filename='normal_screen_iobit_dummy.jpg']

Diante da suspeita a Malwarebytes alega ter inserido em suas definições, assinaturas falso positivas não publicadas propositalmente, com a finalidade de constatar a fraude, e para a surpresa da equipe de desenvolvimento logo após algumas semanas as assinaturas falso positivas estavam presentes no produto da Iobit sem que os arquivos executáveis que deram origem as assinaturas houvessem sido publicados para evitar que qualquer outro produto pudesse detectá-los.

Nota alegando que houve um problema com seu sistema de envio de arquivos suspeitos feito da parte dos seus usuários colaboradores e fez também uma breve explicação técnica para justificar o porque arquivos com determinada assinatura foram detectados com o mesmo nome.

Trata-se de uma grave acusação que precisa ser apurada com o máximo de cautela devido ao obvio interesse comercial que existe. O certo é que uma das duas empresas poderá ficar com sua imagem duramente arranhada após esse episódio.

Related posts

Leave a Comment