Estradas & Aventuras - Jan Messias Motociclismo 

Jan Messias – Juazeiro do Norte Via Caririaçu (CE-060)

VISITE O BLOG 125CILINDRAVENTURAS

 

Imagem do Topo da Serra, indicando as curvas do caminho. A paisagem seca denuncia a estiagem de castiga a região.
As asas da minha 125 me lavaram mais longe. A aventura de hoje é, na verdade, sobre a rota até Juazeiro do Norte pela Rodovia Padre Cícero, a CE 060. A rota por si merece uma postagem. Nas fotos vocês verão os motivos.
Segundo o google, são pouco mais de 150Km. Para quem vai de carro, pode ser um trecho breve, mas para quem segue de moto já começam as complicações.
A pista até Juazeiro está muito boa, exceto por uns poucos trechos onde os asfalto começa a demonstrar sinais de desgaste. Pelo que percebi caso a próxima estação chuvosa seja mais intensa, podem surgir pontos mais complicados para trafegar.
A rota tem pouco trânsito, mas já é importante aumentar a atenção nos trechos sinuosos.
A rota pela CE vem sendo mais usada recentemente. Essa rota foi pensada de maneira a ligar a Capital à Região do Cariri de forma mais rápida. Saindo de Fortaleza por ela, reduz-se o tempo de viagem em cerca de uma hora.
Saindo de Iguatu, o primeiro destino é a cidade de Cedro, de onde seguiremos para pegar o entroncamento da CE 060 próximo a Lavras da Mangabeira. Na postagem sobre o Boqueirão de Lavras falei sobre a rota até Cedro.
Vila De Mangabeira.
Seguindo pela CE, logo chegamos à Vila de Mangabeira, lá já podemos perceber como a religiosidade está presente na vida da população. Nas vilas por onde passamos encontramos uma paisagem que remonta o início do século XX, com casas ainda guardando a arquitetura do passado. A população ainda fica bastante curiosa com a presença de ‘forasteiros’.
Praça em Mangabeira.
Divisória da CE
 Na primeira vila fazemos uma parada para fotografar um pouco e tomar uma água. Também é um momento de descanso, já que depois de uma hora conduzindo a moto já é possível sentir os sinais de desconforto. As mãos sentem os sinais da vibração do percurso.
O tempo parece se demorar a passar nas casas e pessoas.
Depois de algumas fotos e um pouco de água, pegamos a estrada novamente. O caminho é tranquilo, mas há um trânsito que já requer atenção, pois há caminhões que seguem para a capital.
A religiosidade se mostra no zelo pelas capelas das vilas.
Depois de passar pelas vilas chegamos ao ponto que requer mais cuidado: a subida da serra. O ponto da rota que exige mais cuidado.
A moto segue devagar e o muitos temem essa rota pelos caminhões que seguem. Com atenção e cuidado, vamos subindo a serra. Apesar do perigo que assusta tanta gente, a beleza da paisagem compensa.
Depois de subir a serra, chegamos a Caririaçu, cidade pequena, mas que já tem as características do Cariri, com a devoção ao Padre Cícero se expressando no nome das ruas e dos estabelecimentos comerciais. Ao longo da rodovia também é comum vermos estatuetas do padre.
Capela abandonda é um convite à fotografia. Por estar no topo de uma colina, a paz e a vista do lugar  são um atrativo a mais.
Seguimos rumo ao trecho final, com a descida da serra e a chegada Juazeiro do Norte. A viagem foi tranquila e com paisagens de encher os olhos. Recomendo a quem vai, que aproveite o percurso e o descanso nas vilas.
Atenção é sempre importante.

Related posts

Leave a Comment