Governo deve reeditar a MP do BEM

O governo deve reeditar os benefícios da Lei do Bem, que isentam de PIS e COFINS os computadores de até R$ 4 mil e reduzem as obrigações de investimentos em P&D; pela metade. Introduzidas em 2005, as vantagens só valem até 31 de dezembro.

A área econômica do governo tem ressalvas à manutenção de benefícios específicos para um setor produtivo, mas eles devem ser mantidos, pois fortaleceram as empresas formais.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Elétrica Eletrônica (Abinee), entre 2005 e 2008 o setor abriu mais de 10 mil postos de trabalho, empregando atualmente cerca de 30 mil pessoas em todo o país. O da arrecadação do mercado formal foi de mais de 70% no mesmo período e os investimentos em P&D; se multiplicaram por três. Em 2005, a arrecadação foi de R$ 1,038 bilhão. Em 2008, R$ 1,779 bilhão.

ABINEE/Covergência Digital

JTB

Related posts

Leave a Comment