Google é questionado sobre acordo de digitalização

A divisão antimonopólio do Departamento de Justiça dos Estados Unidos enviou intimações para pedir que o Google e algumas editoras dêem explicações sobre um acordo de digitalização de livros, segundo o Wall Street Journal. O acordo afetaria os direitos de diversos autores ao permitir que o Google escaneie e digitalize bibliotecas inteiras.

O presidente-executivo do Hachette Book Group, David Young, confirmou o recebimento da intimação. Uma segunda editora também teria recebido a notificação judicial, segundo o jornal, mas não quis ser identificada. A investigação do acordo foi confirmada por dois especialistas em digitalização, em abril. O Departamento de Justiça considera que o negócio pode ferir as Leis Antitruste dos Estados Unidos.

O Google concordou em pagar US$ 125 milhões para criar um Registro de Direitos de Livros, no qual autores e editoras poderiam registrar suas obras e receber compensação de clientes institucionais pela vendas do material. O plano da gigante da internet é permitir que os leitores possam buscar online milhões de livros protegidos por direitos autorais, ler passagens e comprar cópias.

Related posts

Leave a Comment