ERS Group:"Monopólio Intel lucrou 60 Bi em 10 anos&quot

Consultoria Antitruste afirma: Intel Obteve Lucros Com o Monopólio de US$ 60 Bilhões Desde 1996

Um novo estudo econômico divulgado pelo Dr. Michael A. Williams, diretor da ERS Group (saiba mais sobre a ERS Group no final deste texto), concluiu que a Intel obteve lucros com o monopólio de vendas de microprocessadores de mais de US$ 60 bilhões no período de 1996-2006.

A análise do Dr. Williams expõe a razão pela qual as justificativas pró-competitivas para os lucros com o monopólio da Intel não são plausíveis.

Williams também concluiu que os consumidores e os fabricantes de computadores poderiam ganhar mais de US$ 80 bilhões na última década se o mercado de microprocessadores estivesse aberto à competição.

PRINCIPAIS RESULTADOS DO ESTUDO

• A Intel obteve lucros com o monopólio da venda de microprocessadores de aproximadamente US$ 60 bilhões no período de 1996 – 2006.

• As explicações pró-competitivas para os lucros de US$ 60 bilhões da Intel com o monopólio não são plausíveis pelas seguintes razões:

• Recentes acusações da Comissão Européia e decisões anteriores da Japan Fair Trade Commission;

• O fato raro de empresas que alcançaram um retorno econômico de 16% ou mais;

• Um exame de fortes companhias que têm retornos econômicos muito menores, incluindo Pfizer, Wyeth, ExxonMobil Corp. e Target; – Prejuízos informados da Intel sobre seus negócios não relacionados a microprocessadores, mostrando que a Intel carece de vantagens competitivas sustentáveis relacionadas a lealdade ao nome de marca e outros fatores;

• Retornos econômicos médios negativos obtidos por outras companhias de semicondutor.

• Os consumidores e fabricantes de computadores ganhariam de maneira conservadora aproximadamente US$ 81 bilhões na próxima década com a concorrência total no mercado de microprocessadores.

• Os consumidores, incluindo os usuários domésticos e empresariais, economizariam pelo menos US$ 61 bilhões.

• Os fabricantes de computadores deverão economizar pelo menos outros US$ 20 bilhões nos próximos 10 anos.

• Isso representa uma economia de consumo de aproximadamente 1,5% do preço de varejo de um computador de desktop de alto desempenho de US$ 1.000 em um mercado totalmente competitivo.

• As economias dos fabricantes de computadores resultariam em: (1) melhor pesquisa e desenvolvimento, (2) maior variedade de produtos, e (3) maior inovação, proporcionando benefícios adicionais para os compradores de computadores.

Lucros Com o Monopólio

• O retorno econômico da Intel sobre seu negócio de microprocessador foi calculado com a utilização de informações disponíveis publicamente e metodologia econômica padrão. O método começa com os demonstrativos financeiros padrão e deriva deles as informações necessárias para calcular os lucros econômicos da empresa. Ele está baseado na pesquisa ganhadora do Prêmio Nobel conduzida por Merton Miller e Franco Modigliani e utilizada por mais da metade das empresas da Fortune 1000 para analisar seu desempenho econômico; bancos de investimento de Wall Street para avaliar investimentos potenciais; e empresas líderes de consultoria em administração como McKinsey & Co. e Stem Stewart & Co.

Lucro Total da Intel (retorno total 25,95%) US$ 141,8 bilhões

Lucros Competitivos (custo do capital 9,94%) – US$ 54,2 bilhões

Resultado: Lucros Econômicos (retorno econômico 16,01%) US$ 87,7 bilhões

Parte dos Lucros Econômicos Atribuídos às Vantagens Assumidas (5,0%) – US$ 27,3 bilhões

Resultado: Lucros Com o Monopólio (11,01%) = US$ 60,4 bilhões

• O lucro econômico da Intel (US$ 88 bilhões) foi calculado primeiramente determinando o lucro total (US$ 142 bilhões) e subtraindo desse valor o seu custo de capital (US$ 54 bilhões – que inclui um lucro normal), resultando em um lucro econômico de US$ 88 bilhões.

• A margem de lucro econômico da Intel de 16% (os US$ 88 bilhões) representa um contraste total com os retornos econômicos de 498 outras companhias de capital público examinadas. Como a Intel, elas tiveram capital de US$ 1 bilhão ou mais em 1996. Nessas companhias, o retorno econômico médio foi de menos de 1%. A Intel obteve um retorno econômico superior a 99% dos dessas grandes companhias, incluindo companhias com fortes marcas, pesquisa e desenvolvimento, ou direitos de propriedade intelectual, como Pfizer, Wyeth, ExxonMobil Corp. e Target.

• Somente quatro companhias tiveram retornos econômicos de 16% ou mais – Microsoft (38,25%), UST Inc. (28,54%), Coca-Cola Co. (16,58%) e Intel (16,01%) – e cada uma dessas companhias esteve associada com determinações antitruste. Naturalmente, altos retornos econômicos em si não demonstram conduta anticompetitiva.

• Para ser conservador, o estudo a seguir estabeleceu para a Intel uma hipótese generosa de que 5 pontos percentuais (US$ 28 bilhões) de seu retorno econômico foram atribuíveis a vantagens legítimas. Isso teve como resultado o valor do lucro com o monopólio de US$ 60 bilhões.

Economias para Consumidor e Fabricante de Computadores

• O cálculo dos ganhos futuros para consumidor e fabricante de computadores empregou quatro hipóteses conservadoras:

• Os principais preços da Intel cairiam 50% em cinco anos; os principais preços foram calculados comparando os produtos da Intel com suas contrapartes da AMD.

• A participação de mercado da AMD de unidades vendidas aumentaria de 27% para 35% em cinco anos.

• As vendas totais da indústria aumentariam apenas a metade das taxas de crescimento histórico.

• Os OEMs (Fabricantes de Equipamentos Originais) repassariam 75% das economias de custos aos compradores de computadores.

• Dados do segundo trimestre de 2006 ao primeiro trimestre de 2007 foram utilizados como base para projetar os benefícios para o consumidor do aumento da concorrência em 10 anos.

• Foram estabelecidos benefícios para o consumidor para 2012-2016 iguais aos de 2011.

• Como um exemplo das economias do consumidor em uma compra de computador específica, o estudo observa que os consumidores economizariam mais de 1,5% no custo de um computador desktop de desempenho de US$ 1.000.

Intel microprocessador ASP – 2006 – US$ 121,12

Intel microprocessador ASP – 2011 (projetado) – US$ 101,30

Redução de preço total para o computador

Fabricante: US$ 19,82 (16% menos)

Economia repassada ao consumidor: 75%

Total da economia por computador:

US$ 14,87$, ou 1,5% de um computador desktop de desempenho de US$ 1.000

Sobre o Dr. Michael Williams e a ERS Group

A ERS Group é uma empresa de consultoria econômica e financeira especializada em análises de litígios de negócios complexos. Mais de 3 mil clientes, incluindo companhias da Fortune 500, empresas de advocacia, universidades, associações de negócios da indústria e agências governamentais, tiveram profissionais da ERS Group em uma ampla variedade de casos envolvendo várias indústrias.

• A ERS Group, uma empresa de consultoria econômica e financeira mantida pela empresa de consultoria externa da AMD, O’Melveny & Myers LLP, é especializada em análises de litígios de negócios complexos.

• Michael Williams, Ph.D., é diretor da ERS Group. Ele é especializado em leis antitruste, organização industrial e regulamentação. Como economista da Divisão Antitruste do Departamento de Justiça dos Estados Unidos e como consultor, ele examinou e forneceu testemunho especializado sobre uma variedade de questões antitruste e regulamentares, incluindo monopolização, fixação de preços e acordos vinculados.

• Williams atuou como consultor para o Departamento de Justiça dos Estados Unidos e a Federal Trade Commission em questões como as de proposta de fusão da Exxon e Mobil, BP Ampco e ARCO, e em questões de litígio como a da FTC v. Rambus e U.S. et al. v. Oracle. Seu Ph.D. em economia foi recebido pela Universidade de Chicago. Ele apresentou neste ano testemunho como parte do exame conjunto DOJ-FTC sobre o futuro das leis antitruste que governam a conduta de firma individual.

admin

Você e sua moto! Nós amamos motos!

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.