Embratel anuncia oferta de WiMax para 61 cidades

Ainda este ano as primeiras 12 cidades vão contar com a oferta até o fim de abril e as pequenas e médias empresas, o foco inicial, terão acesso à tecnologia antes do término de dezembro.

O presidente da Embratel, José Formoso, anunciou nesta quinta-feira (03/02), a expansão de sua oferta de WiMax. As pequenas e médias empresas-alvo primordial da empresa-das 12 primeiras cidades selecionadas pela companhia terão a oferta no máximo até o fim do mês de abril. “Em Brasília, por exemplo, as empresas terão acesso a partir desta sexta-feira (04/04)”, garante o executivo.

Além dessas outras 49 cidades contarão com a oferta baseada na nova tecnologia até o final do ano. “Dependendo dos resultados, ampliaremos para 200 em 2009”, diz.

Nas primeiras 12 cidades, a expectativa é conquistar entre 30 mil e 40 mil clientes, para iniciar o retorno do investimento de 175 milhões de reais feitos nessa nova oferta. A organização espera bons resultados, principalmente diante de uma base de 5 milhões de companhias de pequeno e médio porte.

A Embratel conquistou a faixa de freqüência de WiMax-entre 3,5 GHz e 10,5 GHz-durante o leilão realizado em 2003, junto com outras quatro empresas. Mas antes a tecnologia não estava pronta e impediu a disponibilização da tecnologia-que hoje funciona com equipamento da Motorola e chip Intel. “Fizemos um esforço para ter uma oferta antes que a Anatel realize um novo leilão e assim ficamos na frente dos concorrentes”, afirma o presidente.

O serviço será oferecido inicialmente por 199,90 reais o pacote básico e o cliente empresarial tem a opção de ter até quatro linhas ou fax e 2MG para banda larga, além da tarifação por minuto de uso em ligações para telefones fixos, celulares e até chamadas internacionais. “A caixinha é importada e custa 50% do preço total da oferta e por isso estamos tentando encontrar parceiros para produção ou até mesmo desenvolvimento local”, explica Ivan Campagnolli, diretor executivo de tecnologia e qualidade de rede da Embratel.

Formoso acredita que a oferta para pequenas e médias empresas é complementar ao seu portfólio-a Embratel oferece para os usuários finais o Netfone e também o Livre, para diferentes públicos.

Ainda durante o lançamento do WiMax para 61 cidades em 2008, o presidente anunciou que a companhia atingiu a marca de 4 milhões de linhas fixas. “O que mais cresce dentro da nossa receita é a telefonia local”, conta.

Related posts

Leave a Comment