Deficientes visuais ganham acesso a conteúdo do CNJ

O portal do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) passa a oferecer, a partir desta sexta-feira (02/10), o acesso de seu conteúdo a pessoas portadoras de deficiência visual. Dessa forma, o site do CNJ está preparado para programas de leitura de tela, software usado por internautas com necessidades especiais; e, portanto, estará disponível a um número maior de internautas.

Para isso, o CNJ recebeu a certificação do site DaSilva, avaliador de acessibilidade em português para websites, e já exibe em sua página, do lado esquerdo, o selo Acessibilidade Brasil, utilizado por páginas eletrônicas que cumprem os princípios definidos pela lei federal de acessibilidade (Lei nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000).

Essa legislação estabelece normas gerais e critérios básicos para garantir o acesso de pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida.

O sistema Acessibilidade Brasil é uma organização da sociedade civil voltada para a inclusão social e digital de pessoas portadoras de deficiência, que tem entre seus parceiros o governo federal e a UNESCO.

Conselho Nacional de Justiça

JTB

Related posts

Leave a Comment