Bizarrices na web

Tem coisas que a gente pensa que nunca acontecem, mas acontecem e viram notícia. Separei três delas para rir um pouco neste feriado. É cada coisa…

Preso homem que ameaçou atirar em iPhone em loja da Apple

Aconteceu dentro de uma loja da Apple em Cincinnati, nos Estados Unidos. De acordo com o registro policial, Donald Goodrich, de 38 anos, estava insatisfeito porque seu iPhone não estava funcionando normalmente. Ele teria dito a uma atendente da loja que estava “tão indignado, que poderia botar uma 9mm nele”.

Mesmo depois de a atendente dizer que não havia motivo para tanto, Goodrich teria aberto a camisa e mostrado uma pistola 9mm preta, dizendo “Eu vou fazer isso agora. Veja”. A atendente disse a ele que iria resolver o problema e contou o episódio à gerente, que chamou a polícia e ele foi preso.

Imagina se essa moda pega aqui no Brasil? Os vendedores terão que usar colete à prova de balas.

Ladrão é traído pelo Facebook

O norte-americano Jonathan Parker, de 19 anos, foi preso (setembro) acusado de roubar os objetos no dia 28 de abril. O ladrão que roubou dois anéis avaliados em US$ 3,5 mil (cerca de R$ 6,8 mil) em uma casa em Martinsburg (EUA) foi identificado pela polícia após usar o computador da vítima para entrar no Facebook e esquecer de fechar a página, segundo a emissora de TV “WPIX”.

De acordo com a polícia, a mulher informou que seu computador estava ligado e uma conta estranha no Facebook (rede social) ainda estava aberta, podendo ser visualizada na tela.A polícia descobriu que o suspeito e a vítima tinham um amigo em comum, que disse que Parker pediu sua ajuda para cometer o roubo.

A pergunta é: O que ele foi ver no Facebook na hora do roubo? Será que tinha internet em casa?

Usados, mas ainda novos: Vendendo os pais na Web

O norte-americano Michael Amatrudo, de 51 anos, decidiu vender um item raro pelo “Craigslist”, um serviço de anúncios na internet. Amatrudo colocou à venda seus pais em Madison, no estado do Connecticut (EUA), segundo a emissora de TV “NBC”. No anúncio, ele destacou que “aproveitou bem deles durante 50 anos, mas era hora de seguir em frente”.

Amatrudo destacou que aceitava US$ 155 (cerca de R$ 290) ou a melhor oferta. Além disso, ele afirmou que também aceitava trocar seus pais por uma loira bonita com menos de 40 anos. Muitos queriam saber quem pagaria os custos de transporte e quanto tempo levaria para a “mercadoria” ser entregue.

Segundo Michael, seus pais não ficaram ofendidos com brincadeira. Com certeza, com um filho destes o melhor mesmo é ser vendido para quem dá valor.

ifoapplestore/NBC/G1

AZ

Related posts

Leave a Comment