ANT MOVIE CATALOG – Catalogador de Filmes

Por Luis Henrique  Carneiro

Vai facilitar a sua vida e a organização dos seus filmes prediletos.

Resolvi fazer esse tutorial, pois acredito que assim como eu, várias pessoas tenham a necessidade de catalogar seus DVDs de filmes e séries. Eu já tive alguma dificuldade de fazer isso, até já cheguei a fazer um programa para isso mas nunca ficou realmente bom. Então depois de utilizar o meu próprio e testar vários outros, em nenhum dos casos encontrei as características que eu precisava, pois catalogar filmes dá muito trabalho, principalmente quem tem centenas de filmes. Detalhe pessoal, quando falo de avi e mkv, falo de backups legais dos seus dvds ou coletâneas originais, nada de pirataria hein!

Já imaginou escolher um programa e consequentemente um formato de arquivo e depois de catalogar vários de seus filmes verificar que ele não lhe atendia. Já viu né, tem que fazer tudo de novo. O único software, pelo menos até o momento, que encontrei que atende todas as minhas expectativas, principalmente pela flexibilidade e pela possibilidade de criar scripts próprios (o script do adorocinema.com utilizado oficialmente por ele, é de minha autoria) é o ANT MOVIE CATALOG, criado pelo programador Belga Antoine Potten e é distribuído de forma gratuita (opensource) para download no site http://www.antp.be/software/moviecatalog/.

Tela principal do sistema

Como Funciona

O sistema basicamente funciona assim:

1 – Após instalado o programa você clica em Arquivo->Novo e cria o seu banco de dados. Neste banco de dados estarão todos os seus filmes.

2 – Após criado o seu banco de dados e estar com a tela vazia, você clica com botao direito e escolhe <Adicionar> ou tecla <ALT+Ins> , O sistema vai sugerir o número 1 para começar e já vai criar para você o seu primeiro registro em branco, ou seja seu primeiro filme.

O próximo passo é buscar as informações sobre o filme. O sistema tem 2 tipos de informações

1 – Informação do arquivo em si, ou seja ele abre seu avi,mkv etc e busca informação de duração, tipo de arquivo, língua, formato de codificação, tamanho do arquivo e etc. Essa opção voce aciona pelo atalho <F7>.

No caso do formato DVD o AMC não tem como buscar as informações dos arquivos (.vob) constantes no DVD, nesse caso você deve digitar o nome do filme diretamente no campo do título do filme e executar a busca das informações na internet pela opção 2, mostrada abaixo.

2 – Informações da internet usando script, após
buscar as informações “físicas” do arquivo, vamos para o pulo do gato do sistema, ele busca na internet de diversos sites as informações de atores, enredo, comentários, descrição, capa do filme, nota do filme ou seja você consegue todas as informações para catalogar seu filme com sucesso. Essa opção você aciona pelo atalho <F6>.

Ele faz isso usando os diversos scripts criados tanto pelo autor como por entusiastas do programa, ou seja, existem dezenas de scripts para buscar informações de vários sites especializados em filmes no mundo, onde dificilmente você não encontrará o filme que procura. Antes de teclar no <F6> para buscar o filmes, preencha pelo menos o titulo original do filme, pode ser só um pedaço do nome, suficiente para identificar o filme.

Após o <F6> aparece uma tela para você escolher qual script deseja usar e basta mandar <Rodar> para ele começar a procurar o filme no site do script. Ou seja cada script se refere a um site sobre filmes. Veja na tela exemplo que de sites do Brasil ele tem Adorocinema, Americanas,e-pipoca, Vervideo e outros. A vantagem de se utilizar os sites em português é que as descrições, títulos e comentários chegam na nossa língua, o que é ótimo, a desvantagem é que às vezes os sites do brasil não têm todos os filmes ou não têm todas as informações, como a avaliação dada pelos que assistiram o filme por exemplo.

O script que sempre tem mais informações é o do site IMDB.

Geralmente quando não consigo muitas informações nos sites do brasil, eu faço em duas etapas, ou seja, rodo mais de um script para o mesmo filmes selecionando quais informações eu quero sobreescrever.

Importação

Se você já tem sua lista de filmes no excell, word ou em outro programa o AMC oferece uma ferramenta de importação bastante completa, onde podemos trazer para a base do AMC todos os nossos filmes e complementar as informações com ele.

Exportação

Como acho o AMC um excelente catalogador, não utilizo muito o exportar mas ele oferece opções interessantes se você quer compartilhar sua lista de filmes com outras pessoas. E também para no formato HTML onde você pode publicar sua lista de filmes na internet.

Veja abaixo um exemplo de um html exportado pelo AMC.

Empréstimos

O sistema também tem uma tela para que possamos controlar os seus DVDs ou CDs que estão emprestados você cadastra os possíveis devedores, familiares, amigos e seleciona na lista de cima filme e na lista de baixo para quem você emprestou. Assim que você faz isso ele marca no campo correspondente que o filme está emprestado e com quem está.

Detalhe, Se você tem mais de um filme em uma mesma mídia ele só marca como emprestado o filme em si e não todos os que estão naquela mídia. Essa é uma alteração que vou tentar conseguir que o autor faça no sistema para futuras versões. Como o sistema possui vários relatórios com diversas opções de filtros, você pode tirar facilmente a lista dos emprestados para não esquecer de cobrar aquele seu amigo que sempre esquece de devolver seu filme.

Estatísticas

O sistema tem uma tela com estatísticas diversas para que se tenha uma visão geral do acervo.

Podemos ver por tipo média, duracão, categoria, formato, idioma etc.

Veja abaixo a tela de estatíticas.

MODs

Além de filmes o AMC permite colecionar várias outras coisas, eu pessoalmente, guardo também minha coleção de games no AMC e fiz um script do site IGN.com, pois é um dos sites que têm as maiores informações sobre games do mundo.

O AMC chama esse tipo de uso (usar o AMC para catalogar outra coisa que não filmes) de MODs, ou seja o autor acredita que para outros usos deveriam ser feitas outras versões do sistema mais adaptadas para o foco que se queira. Para tanto ele fornece todo o código fonte do sistema para que se possa fazer esses mods e personalizações.

O Mod mais conhecido do AMC é justamente o relativo a games, no caso o Simizi Game Catalog (http://www.sisimizi.org).

Tela do Simizi Game Catalog 1

Mesmo o Antoine não gostando, eu prefiro usar o AMC para tudo (filmes, games, revistas) e fazer os scripts dentro da interface padrão do AMC, veja como fica a minha tela de games e como fica bastante razoável a organização dos jogos, mesmo não usando o MOD específico.

Conclusão

O AMC, como todo software, não é perfeito, para mim falta por exemplo ter a possibilidade de ter mais de uma imagem por filme, tipo capa, contracapa e algumas cenas, entre outras coisas. Mas mesmo assim ele é o sistema mais completo e flexível que conheço para catalogar filmes, e se você usar a imaginação pode catalogar também seu jogos, revistas, enfim qualquer coisa que você queira catalogar e que tenha dados na internet que possam ser pesquisados. Basta fazer o script certo para que quase tudo que você queira você consiga.

Você precisa usar, para conhecer toda a pontencialidade do sistema e com certeza depois de usar e se familiarizar não vai precisar de mais nenhum outro software para guardar as informações de sua coleção predileta.

Related posts

Leave a Comment