A ANATEL não se entende quanto ao ponto extra na tv paga.

A ‘Desorganatel’-a agência mais desorganizada do Brasil e que raramente se entende, inclusive internamente, resolve reclamar de um erro causado por eles mesmos. O conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) Plínio de Aguiar Júnior vai reabrir esta semana no conselho diretor da casa a discussão sobre a cobrança de ponto extra de TV paga. A falta de consenso, de respeito ao consumidor e de um pouco de juízo tem adiado uma decisão efetiva desde o ano passado.

Na opinião de Aguiar, “há abuso nessa cobrança”. Estudos indicam que a manutenção do ponto extra não custa mais de R$ 6 e as operadoras de TV por assinatura cobram cerca de R$ 25 pelo serviço e responde por cerca de 10% da receita do segmento, que em 2008 teve faturamento bruto de R$ 9,3 bilhões.

O novo regulamento da Anatel para TV paga extinguia a cobrança do ponto extra, mas as coisas mal feitas por essa agência provocaram interpretações dúbias e as operadoras, que não são bobas e nem nada, por meio de liminares, retomaram a cobrança, que vem sendo mantida diante da falta de consenso entre os conselheiros do órgão regulador.

Ou seja: eles brigam, não se entendem e quem paga a conta é sempre você.

admin

Você e sua moto! Nós amamos motos!

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *