92 mandados cumpridos pela PF na Operaçao Turkos

A Polícia Federal deflagrou na data de hoje, 18/05/2009, a Operação Turko (acrônimo do Orkut), com o objetivo de desmantelar uma rede de distribuição de pornografia infantil que utilizava o site de relacionamentos Orkut para veicular imagens de crianças de zero a doze anos vítimas de abuso sexual.

O relatório continha 3261 URLs (páginas do Orkut) que foram objeto de denúncias anônimas da população através da Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos (www.denunciar.org.br).

A Google entregou, em 23 de abril de 2008, um disco rígido (HD) contendo mais de 30 gigabytes de imagens publicadas nas páginas suspeitas e que estavam com o acesso bloqueado pela nova ferramenta de privacidade (conhecida como ‘cadeado dourado’) implementada no Orkut.

Foram identificadas 874 conexões de IP (número de protocolo de Internet, que identifica a máquina utilizada para a prática de um crime cibernético) no Brasil e 389 no exterior. Foram aproveitadas, por exemplo, apenas 34% das informações fornecidas pela NET, 43% dos dados da Brasil Telecom e 51% da Oi/Telemar. Somente os dados da Telefônica e da GVT atingiram 80% de utilização.

O aprofundamento das investigações pela PF permitiu a identificação dos 107 alvos da operação Turko, que resultaram em 92 mandados de busca e apreensão, cumpridos hoje.

Essa operação não seria possível sem a participação dos milhares de cidadãos brasileiros que denunciaram anonimamente as 3261 URLs suspeitas, através da Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos (www.denunciar.org.br).

admin

Você e sua moto! Nós amamos motos!

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.