DESTAQUES Teste de Motos 

Yamaha FJR 1300 2016 – Motonline

Ela não está disponível no mercado brasileiro, mas bem que poderia. Se as concorrentes – Kawasaki Concours 14, BMW K 1600, Harley-Davidson CVO Limited e Honda Goldwing – vendem razoavelmente, porque a Yamaha FJR 1300 não poderia ter seu espaço? É bom lembrar que ela foi pioneira na proposta de trazer para o segmento touring um pouco do desempenho esportivo. Isso foi lá em 2001.2016_YAM_FJR1300

Passados 15 anos de evolução permanente, o modelo continua sendo um dos mais populares dentre as sport-touring globais, principalmente na Europa, com mais de 60.000 unidades vendidas. A FJR 1300 segue atraindo uma legião de fãs do estilo clássico das motos de turismo enquanto conquista motociclistas que também desejam alguma esportividade. E essa versão 2016 reforça essa característica.

Disponível em três versões – A, AE e AS -, a FJR 1300 traz várias mudanças. A começar pelo novo câmbio de 6 velocidades para suportar maior aceleração com menos giros do motor, permitindo um experiência de condução mais cômoda e relaxada, mas sem perder suas características esportivas. Os conjuntos ópticos dianteiro e traseiro agora são todos de LED e nas versões mais completas (AE e AS) os faróis são angulares, que aumentam a segurança na condução noturna e em traçados sinuosos pois alteram lateralmente o facho de luz no mesmo sentido da curva à medida que a moto se inclina.

Há mudanças também no painel de instrumentos. A Yamaha adotou na FJR 1300 um novo desenho com a mesma tipologia e cores das motos da linha “R”, acentuando o caráter esportivo desta moto. Há uma tela central em LCD com o velocímetro e o indicador de nível de combustível no tanque, relógio e modo de condução, o conta-giros analógico está à esquerda e à direita fica a tela do computador de bordo, tudo cercado por várias luzes-espia. O desenho da moto segue a tradição e mantém a sobriedade tanto no estilo quanto nas cores disponíveis – grafite e bege.

Confira outras características da nova Yamaha FJR 1300 A/AE/AS 2016:

  • Motor DOHC de quatro cilindros em linha, 1.298 cc, refrigeração líquida
  • Sistema de transmissão por eixo cardã
  • Sistema de suspensão com ajuste electrônico (AE e AS)
  • Chassi Deltabox
  • Parabrisa com ajuste eletrônico
  • Ajuste do assento com duas posições e dos comandos em três posições
  • Computador de bordo com sistema Yamaha D-MODE de funcionamento do motor
  • YCC-T com Controle de Tração (TCS) desconectável, ABS com sistema combinado de frenagem e Cruise Control (controle de velocidade de cruzeiro)
  • Tanque de combustível de 25 litros
  • Malas laterais
  • Punhos com aquecimento
  • Tomada auxiliar 12VSeparador_motos

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.