Versys 1000 Gran Tourer estreia no Brasil

Série especial para longas viagens adiciona bagageiros e aquecimento das manoplas à maxtrail da Kawasaki

Fabio Ometto, especial para o iG | 9/11/2012 10:30

Texto:

Foto: DivulgaçãoVeja mais fotos

Versys Gran Tourer

Uma versão ainda mais estradeira da Kawasaki Versys 1000 é destaque da marca no Salão da Motocicleta, que acontece até este domingo (11), no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo. Trata-se da Gran Tourer, série que se diferencia, logo à primeira vista, pelo proeminente conjunto de bagageiros (cases) incorporados ao modelo.

Concebida com o propósito de proporcionar maior conforto e comodidade em longas viagens, a Versys Gran Tourer oferece dois compartimentos laterais para bagagens, com 17 litros de capacidade cada, pintados na cor da moto, mais um terceiro superior, para 47 litros, instalado atrás do assento do garupa – todos protegidos por fechaduras com chave. Além deles, a nova versão oferece protetores de mãos com alma em alumínio e sistema de aquecimento das manoplas, o que garante a sensibilidade e segurança para o piloto, em dias ou regiões com baixas temperaturas.

Veja também: Salão da Motocicleta chega à 3ª edição

No mais, a versão Gran Tourer mantém as excelentes características da Versys 1000 regular, apresentada no Brasil em junho e que lançou a Kawasaki no segmento das maxtrail do mercado nacional. O motor de 1.043 cm³ de cilindrada, tem quatro cilindros em linha, 16 válvulas com duplo comando no cabeçote (DOHC), refrigeração líquida, alimentado com injeção eletrônica, que rende 118 cavalos de potência (a 9.000 rpm), e 10,4 kgfm de torque (a 7.700 rpm). A transmissão, por corrente, tem seis marchas e embreagem multidisco banhada em óleo.

O conjunto motriz é dotado de controle eletrônico de potência Power Mode Selection (PMS), que permite selecionar a entrega de força em 100% (Full Power), ou a 75% (Low), que funciona aliado ao controle de tração selecionável com três estágios (3-Mode KTRC), o qual monitora as rotações das rodas e reduz a potência do motor, instantaneamente, ao menor sinal de perda de aderência, evitando que a moto patine ou derrape. O reservatório de combustível, com capacidade para 21 litros, oferece uma autonomia de até 400 km, com base no consumo médio de 19 km/l informado pela fábrica.

Versys Gran Tourer

Divulgação

Versão é voltada para longas viagens e, para isso, traz bagageiros e aquecimento das manoplas

A ciclística bem equilibrada da Versys 1000 combina quadro de alumínio fundido e subchassi em treliça de aço; suspensões com garfo telescópico invertido de 43 mm, na dianteira, e monoamortecedor horizontal a gás, na traseira, ambos com 150 mm de curso; e rodas de 17” com pneus 120/70, na frente, e 180/55, atrás. O sistema de freios, com ABS, de série, possui discos duplos de 300 mm, na dianteira, e disco simples, com 250 mm, na traseira.

Em relação ao conforto, tanto a Versys 1000 quanto a Gran Tourer têm assento em dois níveis, com altura de 845 mm em relação ao solo para o piloto. A identidade frontal é caracterizada pelo farol duplo em posição vertical e pelo para-brisa transparente com altura ajustável. O painel de instrumentos incorpora conta-giros com mostrador analógico e display digital com dez funções, no qual o piloto tem as informações de velocidade, hodômetro total e parcial, relógio, nível de combustível, consumo (instantâneo e médio), distância a percorrer com combustível na reserva (trip fuel) e temperatura do ar, entre outras funções.

A Kawasaki Versys 1000 Gran Tourer é oferecida nas cores Pearl Stardust White e Metallic Magnesium Gray, e já está disponível nos concessionários, com tem preço sugerido de R$ 56.990.00 (sem frete nem seguro).

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.