DESTAQUES Tem Mulher na Estrada - Cláudia Leite 

TEM MULHER NA ESTRADA – Lugar de mulher é atrás de um tanque?

Pilota Germana Meneses devidamente equipada com os EPIs.
Pilota Germana Meneses devidamente equipada com os EPIs.

Sim, atrás do tanque da moto e devidamente equipada, claro! Nós, pilotas e/ou garupeiras, devemos andar de moto com nossos EPIs (equipamentos de proteção individual) por uma questão fundamental de segurança como os pilotos já fazem, pois eles sabem que, por desventura, se sofrerem um acidente, estarão protegidos. Contudo, o que infelizmente ainda vejo muito na cidade e na estrada não é bem assim quando o assunto é conosco, meninas.

Shorts, bermudas, camisetas, sandálias, tênis e sapatilhas são peças com as quais arrasamos em ‘looks’ lindos e maravilhosos em diversas ocasiões, mas nunca, nunca combinam em cima de uma moto! Fico com o coração na mão quando passo por uma pilota e/o garupeira sem os EPIs, pois se houver um acidente, os machucados serão muito sérios, isso sem falar se não houver algo pior! Já acompanhei várias que não estavam devidamente equipadas, quando isso aconteceu. Os resultados foram ferimentos feios com infecção grave na pele (por que o asfalto é altamente contaminado!), fraturas (algumas expostas), muita dor, trauma, momentos difíceis no hospital e na recuperação em casa também.

A segurança da pilotagem com os EPIs
A segurança da pilotagem com os EPIs

Por isso precisamos investir em EPIs de qualidade (capacetes, óculos, jaquetas com proteção, luvas, cotoveleiras, calças com proteção, joelheiras e botas), pois somente assim nossa segurança e saúde estarão o mais protegidas possível e se algum acidente acontecer, os riscos serão bem menores e as conseqüências mais fáceis de resolver.

Pilota Mary Borboleta do Borboletas do Asfalto MG
Pilota Mary Borboleta do Borboletas do Asfalto MC

Quem passou por momentos assim, e já estava utilizando os EPIs, sabe o valor da proteção que eles proporcionam na hora da queda, não abre mão deles e incentiva o uso. A pilota Mary Borboleta, Presidente do Borboleta do Asfalto MC caiu da moto numa curva na descida da Serra de Pacoti há dois anos e lembra os momentos difíceis como se fosse hoje, quando “a moto derrapou na areia que havia na curva e não consegui segurar. Fui para o chão na hora! O susto foi enorme, mas graças a Deus só ando equipada. Escapei de um acidente feio. Fiquei dolorida, claro, mas não quebrei uma unha sequer!”, afirmou.

Germana
Germana Meneses

Germana Meneses, do Anonymous Moto Grupo, pilota há quinze anos e também não abre mão dos EPIs. Estava completamente paramentada quando caiu da moto recentemente. “Freei e, ao botar os pés no chão, o terreno era irregular e a moto tombou. Apesar do susto, tudo deu certo por que estava equipada como deve ser! Não saio de casa sem eles”, declarou a pilota.

Eu mesma, na expedição para Carolina – MA mês passado, me machuquei quando a nossa moto tombou, em São Domingos do Azeitão, no Maranhão. Como estava devidamente equipada, a torção no tornozelo foi leve (minha bota me salvou de uma luxaçao, de uma fratura ou de algo mais grave!). Deu tudo certo e aproveitei a viagem da forma que sonhei, como vocês podem comprovar nas matérias aqui no Portal!

Por isso meninas, a partir de agora, nada mais de abusar da sorte, hein? Invistam em EPIs de qualidade, subam em suas motos e aprovitem muito os passeios e viagens com toda a segurança que vocês merecem e precisam! Até a próxima!

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.