Mercado 

Revisão da Projeção: Abraciclo revisa pra baixo o faturamento de 2017 em todas as áreas

Com os resultados apurados nos nove primeiros meses, a expectativa da indústria, a partir de agora, é fechar o ano com 885.000 unidades produzidas, o que representa estabilidade com relação a 2016, quando foram fabricadas 887.653 motocicletas. A previsão inicial era de um leve crescimento, de 2,5%, chegando a 910.000 até dezembro.

Já o volume para as vendas no atacado foi revisado para baixo: o que se espera é 813.000 unidades até o último mês do ano, ou seja, queda de 5,4% na confrontação com 2016. Antes, era previsto um recuo de 4%, com 825.000 motos vendidas às concessionárias.

No que diz respeito às vendas para o varejo, a redução chegará a 4,4%, devendo fechar dezembro com 860.000 emplacamentos. O esperado era alcançar 890.000, sendo uma queda de 1,1%.

Para as exportações o cenário ainda é de crescimento, contudo com um volume menor do que era previsto: crescimento de 35,5% para o ano, atingindo 80.000 unidades. No começo de 2017 a indústria vislumbrava um acumulado de 93.000 unidades, o que representaria alta de 57,6%.

Mesmo com estas revisões, há grande probabilidade de retomada do  crescimento a partir de 2018. “Com inflação controlada, abertura de novas vagas de emprego e redução das taxas de juros já é possível deslumbrar um cenário melhor para o próximo ano”, comenta Fermanian.

 

PROJEÇÃO 2017
2016 2017 Qtde Var %
Produção 887.653 885.000 – 2.653 -0,3%
Atacado 858.120 813.000 – 45.120 – 5,4%
Varejo 899.793 860.000 – 39.793 – 4,4%
Exportação 59.022 80.000 + 20.978 35,5%

        Fonte: Abraciclo / Associados

Postagens Relacionadas

Leave a Comment