Repórteres Sem Fronteiras voltam a alertar contra censura na Web

A organização não governamental Repórteres Sem Fronteiras (RSF) publicou um relatório onde revela que um em cada três cibernautas não tem acesso à Internet sem censura.

Os dados surgem num relatório publicado no âmbito das comemorações do Dia Mundial contra a Censura na Internet, onde a organização refere que cerca de 60 países em todo o mundo censuram a Internet, recorrendo a filtros de conteúdos ou ameaçando os cibernautas.

Um dos países citados é o Bangladesh, que começou recentemente pela primeira vez a bloquear sites com vídeos considerados ofensivos para a fé islâmica.

Além da censura de conteúdos e bloqueio de sites, a RSF sublinha que as prisões de bloggers ou ciberactivistas continuam a ser uma realidade em vários países.

Tal como noutros relatórios sobre esta questão, a organização volta a divulgar a lista dos 10 estados que considera serem os principais inimigos da Internet: Arábia Saudita, Birmânia, China, Coreia do Norte, Cuba, Irão, Uzbequistão, Síria, Turquemenistão e Vietname.

Além desta dezena de países a RSF acrescenta uma lista de países que irá manter sob vigilância, onde é possível encontrar a Rússia, Austrália, Venezuela ou Coreia do Sul, entre outros.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.