Rejeitada emenda de preços diferenciados para cartões

A Câmara dos Deputados derrubou a emenda que liberaria o comércio para cobrar preços mais altos nas compras com cartão de crédito em relação aos pagamentos com dinheiro ou cheque. Em votação simbólica, na noite de 5 de agosto, a Câmara rejeitou destaque do partidoDemocratas (DEM), que propunha a aprovação de emenda do Senado à MP 460.

O relator da MP na Câmara, deputado André Vargas (PT-PR), havia rejeitado a emenda, mas o DEM pediu que ela fosse votada. Na votação em plenário, o destaque foi rejeitado. Atualmente, o pagamento com cartão de crédito é considerado à vista e é proibida a estipulação de preços maiores para pagamentos com cartão de crédito.

Os senadores haviam aprovado em Julho, a emenda que permitiria que os comerciantes fixassem preços diferenciados para pagamentos de mercadorias em dinheiro, cartão de crédito e outras formas de pagamentos.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.