O I Encontro Nacional de Motonliners – Veja algumas fotos

A Honda havia cedido duas Shadow 750cc para irmos ao evento. Uma de cor preta ficou comigo e a de cor prata com o Bruno. Deixei a Poposuda em casa, bicuda de raiva, para ir na Shadow 750cc em uma viagem de cerca de mil quilômetros com a minha Maria na garupa. Uma viagem tranquila em um dia meio nublado. A rodovia Regis Bittencourt é também chamada de ‘Rodovia da Morte’ por conta da sua pista simples e de uma serra que se tem que atravessar a qual está sempre carregada de caminhões e muitas curvas. Uma coisa é importante destacar nesta rodovia, que por sinal é pedagiada, é que ela é a pior de todas que rodei no fim de semana do evento. Neste período do evento rodei pela Dutra, Carvalho Pinto e Castelo Branco. As condições da Régis são as piores, inclusive em termos de socorro e asfalto, o qual é bastante ondulado e com alguns pequenos buracos. O pedágio no trecho São Paulo – Curitiba é de seis paradas de R$ 0,75 centavos para motos.

Todos nós sabemos que as custom são desconfortáveis para as garupas, mas a minha Maria não reclamou; talvez por que a Poposuda tem uma suspensão bem mais desconfortável. Foram cerca de mil quilômetros rodados sob o sol, frio, buracos, ondulações e uma leve garoa, senti um enorme orgulho da minha garupa.

A Rovcan ofertou capacetes para a equipe Motonline e outras três peças para serem sorteadas. Eu escolhi o modelo RV210 por se tratar de um capacete articulado ou basculante, como queiram. O capacete tamanho M = 58cm, tem forração removível e lavável, fecho de engate rápido micrométrico, queixeira basculante com botão de acionamento único, nuqueira, viseira antirrisco com tratamento e de acionamento fácil com 4 estágios. A pintura é feita com tratamento UV e o sistema de ventilação e aeração é bem eficiente principalmente para evitar embaçamento da viseira. O RV 210 vem ainda com defletor anti embaçante e bavete (proteção que fica logo abaixo da queixeira do capacete). Internamente ele traz uma viseira dupla em tom fumê escamoteável no forro do capacete e é forrado em tecido antiodor.

O capacete me surpreendeu pelo projeto, pois é bastante semelhante ao Nolan de três anos atrás com algumas boas modificações que deixaram o Nolan um pouquinho atrás (mesmo com três anos de uso). Uma delas trata-se da viseira interna em acrílico fumê.

Veja algumas fotos:

I Encontro Nacional de Motonliners - Curitiba 9 a 12/10/2010

Aguarde em breve minha coluna no Motonline.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.