Número de infrações com motos aumenta em Fortaleza, diz Detran

Este ano, Detran contabilizou o dobro de infrações em relação a 2010. Condutores precisam de autorização especial para usar ciclomotores.

Do G1 CE, com informações da TV Verdes Mares

O número de irregularidades no trânsito de Fortaleza cometidas por motociclistas dobrou em relação ao ano passado, segundo o Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE). Os dados do Detran mostram que, até setembro deste ano, foram 15.030 autuações por falta de capacete, número duas vezes maior que o registrado no mesmo período em 2010. A infração é gravíssima, com multa R$ 191,54 e sete pontos na carteira.

O crescimento da frota de motocicletas é um dos motivos para o aumento, de acordo com o Detran. Em todo o estado, são 794.697 motos. Segundo o Detran, a maioria das multas é aplicada na periferia e por falta de capacete em Fortaleza. O órgão afirma que tem reforçado a fiscalização e atua em vários bairros todos os dias. “Essas operações volantes são realizadas pelo Detran com a PRE na parte da manhã e da tarde, sempre relacionadas com alguns bairros de Fortaleza, geralmente a periferia”, diz Ribamar Diniz, coordenador de blitze do Detran-ce

Um condutor não habilitado que preferiu não se identificar cometeu quatro infrações. Ele, a mulher e a filha estavam sem capacete. O número de passageiros ultrapassava o permitido e o veículo estava com o licenciamento atrasado. A motocicleta foi apreendida e o homem foi multado em R$ 1.616,00. A esposa, Patrícia Galdino, tenta se justificar. “Essa moto é do irmão dele. Nós só íamos ali no posto vacinar nossa filha e o irmão dele saiu mais cedo e levou o capacete”, diz.

Condução de ciclomotores exige autorização
O número de ciclomotores aumenta porque muitos compram o veículo acreditando que não precisam de habilitação. “A gente vai comprar a moto e dizem que não exigem carteira, mas o Detran vem aqui no Bairro Autran Nunes levar as ‘cinquentinhas’. Eu tenho uma guardada em casa e não posso usar”, reclama o entregador João Hernane.

O Detran determina que todo veículo de duas ou três rodas, cujo motor não possua mais de 50 cilindradas e a velocidade máxima não passe de 50 quilômetros por hora é considerado um ciclomotor. Nessa categoria, entram motocicletas, motonetas e mobiletes, que exigem uma autorização especial do Detran para a condução.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.