Mercado Motocicletas 

MV Agusta escapa da falência

A MV Agusta tem uma boa notícia para seus fãs. De acordo com o site italiano Moto.it, o fantasma da falência está longe da marca, uma vez que o Tribunal de Varese aprovou o plano de negociação da dívida de 50 milhões de euros proposto pelos advogados da fabricante italiana. Uma parte dos débitos será paga até o fim do ano e o restante em até cinco anos.

Em julho deste ano, o fundo de investimento russo ComSar, de Timur Sardarov, adquiriu parte da marca, substituindo a cota que antes pertencia à AMG, divisão de alta performance da Mercedes-Benz, como noticiamos aqui. Agora, com o novo plano, o empresário foi promovido ao cargo de vice-presidente. “Nosso investimento em MV Agusta é baseado em uma visão de longo prazo com o objetivo de apoiar e desenvolver o crescimento desse mito de duas rodas”, declarou Sardarov.

A MV Agusta estava presente nesta edição do EICMA, o Salão de Motos de Milão e expôs criações recentes, como a Dragster 800 RC e a F4 assinada por Lewis Hamilton, mas não convocou coletiva de imprensa ou aproveitou o evento para revelar alguma novidade inédita, o que nós da MOTOCICLISMO estranhamos bastante quando estávamos por lá.

Mas, ainda de acordo com a imprensa italiana, a marca já está se mexendo para lançar novos modelos, com prioridade para a plataforma de quatro cilindros em linha de 1.000 cm³.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment