MP517: Abinee articula desoneração de tablet

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, se reuniu nesta tarde com o presidente da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), para discutir a extensão da medida provisória 517 para benefício da produção brasileira de tablets.

Barbato declarou que há posições convergentes da Abinee e do Minicom para a mudança da Lei, que também está sendo discutida com técnicos do Ministério da Fazenda. O esforço é para que os tablets sejam equiparados aos desktops e notebooks na condição de computador pessoal.

A meta do governo é fazer com que fabricantes produzam tablets no país com preço estimado de 500 reais, que possam ser comprados à prazo, com linhas de financiamentos semelhantes às disponíveis para o programa Computador para Todos. Para isso, os tablets seriam classificados como PCs, beneficiando-se de programas de isenção de impostos oferecidos aos desktops.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.