Kawasaki lança no Brasil a Ninja 300, a partir de R$ 17.990

Modelo substitui a Ninja 250R com 39 cavalos contra 33 cv da antecessora.Ele mira Honda CBR 250R, Kasinski Comet GT 250R e Dafra Roadwin 250.

Do G1, em São Paulo

Kawasaki Ninja 300 (Foto: Divulgação)Kawasaki Ninja 300 (Foto: Divulgação)

A Kawasaki anunciou nesta terça-feira (13) o lançamento no Brasil da Ninja 300, que substituirá a Ninja 250R, modelo de maior sucesso de vendas da marca no país. Além do nome, o visual da moto foi totalmente modificado e ela ficou mais potente: agora são 39 cavalos contra os 33 cv da versão anterior. O modelo partirá de R$ 17.990, nas cores verde, branca e preta. Com freios ABS e grafismo diferente, a versão Special Edition sairá por R$ 19.990. A moto começa a ser vendida na primeira quinzena de dezembro, 3 meses após sua estreia mundial.

Em alguns países, sobretudo asiáticos, a nova geração possui motor 250cc, devido a restrições locais. É assim na Indonésia, principal mercado da “Ninjinha”, como o modelo é conhecido. Para a Europa e o Brasil, a versão 300 foi a escolhida.

A atual Ninja 250R continuará sendo vendida no país até julho do ano que vem, diz a Kawasaki, por R$ 13.990.

A nova Ninja é produzida na Tailândia e chegará ao Brasil para ser montada na fábrica da Kawasaki em Manaus. Entre seus principais concorrentes estão Honda CBR 250R, Kasinski Comet GT 250R e Dafra Roadwin 250.

Ninja 300 tem motor de 39 cavalos (Foto: Divulgação)
Visual é esportivo (Foto: Divulgação)

Com esta cilindrada extra, obtida devido ao aumento de 46 mm para 49 mm no curso dos pistões, a Kawasaki conseguiu, além de incrementar a potência, ter um ganho expressivo de torque, com o auxílio do câmbio de seis marchas.

Desse modo, tem cifras superiores à CBR 250R, sua principal concorrente, que chega 26,4 cv a 8.500 e 2,34 kgfm a 7.000, com seu motor monocilíndrico. Os números da moto também são superiores aos da Roadwin 250 e da Comet GTR.

Outra novidade para o segmento é a presença de embreagem deslizante, como a que está presente nas Kawasaki ZX-6R e ZX-10R. Este dispositivo evita que a roda traseira da Ninja 300 trave em reduções de marchas muito bruscas.

Para ler mais notícias do AutoEsporte, clique em g1.globo.com/carros. Siga também oAutoEsporte no Facebook, no Twitter e por RSS.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.