IBM nega que demissões tenham relação com crise.

De acordo com o sindicato Alliance@IBM, uma organização de funcionários da companhia, 2,8 mil funcionários foram mandados embora.As demissões parecem estar ocorrendo principalmente nas unidades de software e de vendas/distribuição.

A empresa informa que os cortes são consequência do processo contínuo de avaliação da força de trabalho da companhia. Os resultados apresentados pela IBM para o quarto trimestre do ano passado, diante do cenário ruim,tiveram crescimento de 12% de lucro em relação ao mesmo período do ano anterior. Porém a queda em algumas áreas pode acarretar em reestruturação e cortes.

Um deles, a queda no resultado no negócio de hardware, que teve 20% de queda no quarto trimestre de 2008, pode representar ameaças à força de trabalho. Rumores dão conta de que a IBM pode estar negociando a aquisição da Satyam, que esteve envolvida em escândalos de fraudes.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.