Hitachi prevê 10% de queda na venda de TVs de LCD

Perguntado quando o setor de eletrônica deveria começar a se recuperar da desaceleração, Shutoku Watanabe, vice-presidente executivo da divisão de bens de consumo da Hitachi, disse: “Bem que eu gostaria de saber.” Watanabe afirmou que a Hitachi provavelmente ficaria até 10% abaixo de sua meta de vendas de televisores LCD. De acordo com estimativas de grupos de pesquisa como IDC, Gartner e DisplaySearch, os mercados mundiais de computadores, microchips e TVs de tela plana vão se contrair em valor em 2009, já que a desaceleração econômica prolongada diminui os gastos dos consumidores e empresas.

O setor mundial de computadores pessoais se manteve bem durante a maior parte de 2008, enquanto a maioria dos demais setores tropeçava. Mas agora a indústria de computadores também foi contaminada pela crise econômica cada vez mais profunda que prejudicou a demanda dos consumidores e das empresas.

Ainda em novembro, J. T. Wang, presidente do conselho da Acer, terceira maior fabricante mundial de computadores, estava confiante em que os computadores pessoais estariam imunes às desacelerações mundiais devido à crescente importância dos computadores na vida diária. Dois meses depois, uma série de alertas recentes de problemas de vendas e de cortes nas projeções de negócios sinaliza uma desaceleração súbita que durará pela maior parte de 2009, se não por mais tempo.

O grupo de pesquisa IDC calcula que os gastos com computadores pessoais possam cair em 5,3% este ano, para cerca de US$ 267 bilhões, ante sua projeção anterior de alta de 4,5%. Marcas como Dell e Lenovo podem vir a ter problemas devido à sua dependência de vendas para empresas, em função dos cortes de custos mais acentuados no setor empresarial do que entre os consumidores.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment