Guerra contra o tráfico: destruíram os vespeiros, mas ainda há vespas voando…

O bicho pegou!

Finalmente as autoridades tomaram uma decisão que há muito deveria ter sido feita. Todos queriam que isso fosse feito mas, parecia, que apenas os políticos ainda relutavam. Uma coisa que acredito tenha influenciado a tomada dessa decisão inclui as Olimpíadas e a Copa do Mundo. Apimentando tudo isso, mesmo que queiram negar, vem a grande aprovação do filme Tropa de Elite – recordista de público e crítica – que lotou as salas de cinema de todo o país.

Apesar da excelente ação de planejamento que resultou na tomada de dois complexos (Alemão e Vila Cruzeiro) ainda vem mais problemas por ai e talvez não seja tanto para a população do Rio de Janeiro, mas para os estados vizinhos. Sabe-se que boa parte dos traficantes e soldados do tráfico que não morreram, que não foram presos ou feridos; uma outra parte, a que fugiu e irá fugir é a que deverá dar ainda mais trabalho.

Desempregados, os que conseguiram fugir deverão se unir a outros bandos de traficantes que ainda operam no Rio de Janeiro. Uma outra parte deverá mudar de estado e a preferência deve ser para lugares onde já exista uma estrutura que os proteja e dê emprego. São Paulo é uma alternativa. Porto Alegre e cidades do Nordeste e Norte do Brasil onde se sabe a polícia já perdeu a guerra contra o crack são destinos a serem considerados.

Uma terceira parte vai buscar cidades pequenas com menos de 200 mil habitantes e onde a deficiência da autoridades policial e a ausência do Estado é enorme. Enfim. Acredita-se que algo em torno de 200 a 300 bandidos devem estar agora tomando uma desses caminhos.

Quando se quebra a estrutura de um negocio ilícito como o tráfico, logo ele se rearruma. Busca novos líderes, novos soldados, novas praças e novos clientes. Os novos clientes são a outra praga que precisa ser exorcizada. São eles que sustentam o negócio e quem pensa que a droga vai subir de preço por isso engana-se. Ela vai ficar mais barata para que possa ser recuperado o prejuízo a curto prazo. Outros nomes de líderes aparecerão, mas é necessário atacar a outra ponta que é o viciado.

Uma lei de mercado é a prova de que se existe demanda haverá quem oferte e no tráfico de drogas é a mesma coisa. Haverá crise de abstinência no meio dos ‘aspiradores de pó’ e dos ‘maria-fumaça’ movidos a crack e maconha. Apesar da grande vitória, a guerra não acabou. Foi vencida apenas uma importante batalha.

É necessário que as ações de repressão continuem sendo mais firmes e que o crime de tráfico seja enquadrado como hediondo, sem direito a fiança e cumprido em prisão federal. Quem sabe talvez a criação de um Ministério voltado para todas as ações necessárias; principais e acessórias, para ter sob controle o tráfico de drogas. Todos nós sabemos que os maiores produtores de cocaína estão na  América Latina, mas  pouco se sabe que eles não fabricam os produtos químicos para o seu refino. Este material vem de fora e o Brasil é um dos maiores fornecedores destes destiladores que refinam o pó.

Junto com isso vem as armas, munições e lavagem de dinheiro. Cortar a grana do tráfico não basta. A forma como eles se reorganizam é muito mais rápida do que se pensa. Destruíram o vespeiro mas ainda há vespas voando e ao que tudo indica – para bem longe em busca de uma nova rainha.

A parte a preocupação relatada por este missivista, vale destacar que nunca antes na história desse país uma ação foi tão bem coordenada. Destaque para a população que abraçou a causa e apoiou as forças policiais, exército, marinha e aeronáutica. Mais uma vez o BOPE foi um grupo do qual temos que nos orgulhar. O bicho pegou pois eles são osso duro de roer e pegam geral. Se cuide também, pois  se tiver no caminho deles, eles vão pegar você também. Parabéns, guerreiros de todas as armas. Ver a nossa bandeira de volta ao topo do morro mostra que ali foi feito tudo de forma correta, dentro da lei e com o apoio da população.

Ainda há muito que fazer, pois mesmo que eles tenham perdido, ainda há muitas vespas voando. Talvez esse seja o tema do Tropa de Elite 4, por que o Tropa de Elite 3 a gente viu ao vivo em um longa metragem com 168 horas de duração.

http://www.youtube.com/watch?v=gsZP9ZX3fsI

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.