Facebook: Fingiu ser mulher para cometer vários crimes.

Que fique a lição: Nem tudo que parece é.

Wisconsin, EUA. A polícia investigava denúncia de ameaças de bomba proveniente da biblioteca da escola New Berlin Eisenhower quando chegou a Anthony R. Stancl, de 18 anos. O rapaz foi detido e o computador que usava foi recolhido, pois os textos eram enviados a partir da sua máquina e quando ele estava logado. O rapaz foi depois liberado, pois “não representava ameaça a segurança pública”. Já estava encerrando o caso e iria devolver a máquina quando recebeu denúncia anônima dando conta de um outro crime que deixou as autoridades ainda mais perplexas.

Um estudante de 15 anos foi até a polícia e denunciou as chantagens sexuais cometidas pelo mesmo suspeito. A polícia então examinou o computador que havia sido confiscado por conta do episódio das bombas. Na máquina, descobriram que além dos 300 arquivos com jovens estudantes, foram encontrados outros 600 filmes pornográficos envolvendo crianças.

O método de Stancl era se passar por mulher no site de relacionamentos Facebook, com o intuito de enganar alunos da escola, onde também estudava. Com isso, ele conseguiu convencer pelo menos 31 garotos da mesma instituição de ensino a enviarem fotos nas quais eles apareciam nus. De acordo com o jornal local”Journal Sentinel”,que publicou o fato em primeira-mão, “Stancl usava as imagens para chantagear suas vítimas”. Se os jovens não se relacionassem sexualmente com ele, as fotos seriam divulgadas para toda a escola. Os encontros que eram registrados com uma câmera por Stancl aconteciam no banheiro e no estacionamento da escola, em parques e até na casa de algumas das vítimas.

O advogado Brad Schimel, responsável pelo caso, afirma que pelo menos sete garotos, com idades entre 15 e 17 anos, foram forçados a manter relações sexuais com Stancl. Em seu computador, foram encontradas 300 fotos e filmes de garotos da escola, com idades entre 13 e 19 anos.

A audiência está marcada para 26 de fevereiro, na Justiça Por enquanto o jovem permanece preso e responderá por ameaças a bomba, ataques sexuais e posse de pornografia infantil, entre outra extensa lista de crimes. Sua fiança foi estipulada em nada menos que US$ 250 mil e ele pode ser condenado a até 300 anos de prisão.

Parece filme e daria um bom enredo com certeza. Às vezes não dá para saber quem imita quem. Se a vida é quem imita a arte ou o contrário. Que história!

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.