Motociclismo 

Criança que morreu em competição de minimoto salva 5 vidas

Marco, de seis anos, estava tendo os primeiros contatos com as minimotos
Image copyrightCRISTIAN SCARAVELLI / FACEBOOK
Marco, de seis anos, estava tendo os primeiros contatos com as minimotos

A tragédia comoveu o mundo do motociclismo depois que o pai de Marco, Cristian, compartilhou a notícia em um post em sua conta na rede social Facebook.

“Todos devem saber quem era Marco”, disse Cristian ao escrever sobre o filho.

O sonho do italiano Marco Scaravelli, de apenas seis anos, era se tornar piloto profissional de motociclismo.

Mas uma tragédia interrompeu sua vida abruptamente.

Ao fim de uma sessão de treinos, Marco perdeu o controle do veículo e bateu contra uma porta de ferro. Ele morreu em decorrência dos ferimentos graves que sofreu.

O acidente ocorreu no último sábado, 10 de julho, na pista de Racing Park de Viadana, na comunidade de Mantova, no norte do país.

Na terça-feira, mais de 100 pessoas participaram de uma procissão para se despedir de Marco em sua cidade-natal, o povoado de Dosolo, a cerca de 10 km do local. Ele foi enterrado logo depois.

Acidente

Marco ainda estava tendo o contato inicial com o universo das minimotos, de onde sai a maioria dos corredores que participa do mundial de motociclismo.

Ele já dominava a moto, mas após um primeiro treino junto com outras crianças da mesma idade, seu pai quis ajudá-lo a empurrar o veículo até uma tenda localizada a 40 metros para se resguardar do sol e do calor.

Cristian, então, puxou o cabo para ligar o motor (semelhante ao processo de ligar motores náuticos), já que não queria ter de empurrá-la. Foi quando o acidente aconteceu.

“Marco começou a acelerar e, assustado, perdeu o equilíbrio. Ele estava em velocidade máxima”, lembrou Christian em entrevista ao jornal italiano Corriere della Serra.

Órgãos de Marco salvaram cinco crianças
Image copyrightCRISTIAN SCARAVELLI / FACEBOOK
Órgãos de Marco salvaram cinco crianças

“Ele encostou em uma criança, atravessou a barreira e foi direto contra uma porta de ferro”, lamentou.

A força do impacto ─ as minimotos podem alcançar velocidades entre 50 e 60 km/h ─ resultou em danos irreparáveis no cérebro de Marco, provocando sua morte.

O prefeito de Dosolo, Vicenzo Madeo, decretou dois dias de luto na cidade.

Doação de órgãos

A família decidiu doar os órgãos de Marco ─ rins (2), fígado, pulmões e coração ─ salvando a vida de cinco crianças.

“Marco sempre foi um menino feliz, alegre e generoso. Decidimos doar seus rins, fígado, pulmões e coração. Graças a Marco, cinco famílias rejubilaram-se de esperança. Graças a Marco, cinco meninos poderão começar uma nova vida”, escreveu Cristian no Facebook.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.