DESTAQUES Redescobrindo o Nordeste de Moto Sobre Duas Rodas - Sílvio Augusto 

Roteiro espetacular – A Rota ‘Terço dos Cânions’ – Parte 1

IMG_0138Viajar é um prazer para muitos, mas viajar de moto é um prazer indescritível para quem gosta de curtir a estrada em duas rodas. Esse é caso do casal Perez e Daniela Silveira que integra o Anonymous Moto Grupo de Fortaleza – Ceará. Eles são aventureiros, gostam de rodar e, para não fugir das suas características, no período de 17 a 25 de janeiro último pegaram sua BMW F800GS e foram conhecer a Rota Terço dos Cânions, percurso que liga o Ceará ao estado da Bahia, foram 3.300 quilômetros de pura emoção e aventura.

O trajeto leva o nome de Rota Terço dos Cânions por ter traçado no mapa o formato de um terço religioso. O objetivo da viagem foi conhecer os cânions, grutas e os geossítios do Ceará e do Nordeste até chegar à Chapada Diamantina na Bahia.

Perez e Daniela saíram de Fortaleza logo que o dia amanheceu rumo à cidade de Lavras da Mangabeira localizada no Sertão Central do Ceará a 434 Km da capital. Foi um percurso que ficou marcado pelo registro da temperatura de 39 graus Celsius, a maior de toda a viagem.

IMG_0227Ao chegarem à cidade, local onde pernoitaram, o casal tratou logo de conhecer o Boqueirão de Lavras ou Boqueirão do Rio Salgado um cânion muito bonito, mas rústico e que vale muito   ser visitado. Nele pode-se tomar banho nas águas do Rio Salgado, desfrutar da paisagem e perto de lá saborear pratos típicos, como o tradicional peixe servido aos turistas.

No segundo dia da viagem o casal pegou a moto e seguiu para o município de Missão Velha que fica a 535 km de Fortaleza, região rica em diversidade geológica e paisagística para conhecerem o geossítio chamado Floresta Petrificada, rica em árvores fossilizadas datadas do período Jurássico (145 milhões de anos atrás) e a Cachoeira de Missão Velha, localizada no Sítio Cachoeira, a três quilômetros da sede do Município. Este geossítio caracteriza-se por quedas d’água, com aproximadamente 12 metros de altura, formadas pelo Rio Salgado.

Cada vez mais Perez e Daniela se aventuraram e incorporaram a viagem pelo sertão, seguindo para o município de Crato no Ceará, conhecendo a Chapada do Araripe, passando por Exu e Ouricuri, já em Pernambuco.

IMG_0291No terceiro dia, 19 de janeiro – segunda-feira, onde rodaram 762 quilômetros em doze horas de pura adrenalina, cruzando vários lugares e retões perfeitos para os amantes de moto. Nesse percurso onde o objetivo foi chegar à cidade de Lençóis – na Bahia, encontraram os Caminhos Reais, antigas estradas que perfazem a Rota do Ouro na Chapada Diamantina, lugar muito bonito.

Perez, com seu espírito de ‘trilheiro’, adorou a estrada dos Caminhos Reais, mas relata que saindo de Pernambuco até o estado da Bahia existem trechos onde se encontram verdadeiras crateras e lamenta a falta de policiamento, já que no percurso, boa parte de estrada é deserta!

IMG_0238A viagem de ida foi se aproximando do Morro do Chapéu, na Bahia, onde tem como principais atrações turísticas a Gruta dos Brejões, a Cachoeira do Ferro Doido, declarada como “MONUMENTO NATURAL” e o Parque Estadual Morro do Chapéu.  De acordo com Perez e Daniela a paisagem ia mudando saindo da caatinga para o clima tropical, tornando o caminho mais bonito e atraente.

Finalmente a primeira parte da viagem chegou ao seu destino que foi o município de Lençóis, na Bahia que fica localizada na Chapada Diamantina famosa por atrair mais de 120 mil turistas por ano, pois serve como ponto de apoio de lazer, hotelaria e serviços para todos que vão visitar as belezas naturais da Chapada.

Aguardem as próximas aventuras vividas pelo casal na volta, completando o terço dos Canyons.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.