"Como Não perder Tempo com as Redes Sociais" Por Christian Barbosa

Por *Christian Barbosa

Produtividade

Há alguns anos, quando falávamos sobre redes sociais – ou mais especificamente o Orkut (que era a rede predominante na época) – a maioria das pessoas achava uma perda de tempo, que eram desnecessárias, coisa de adolescente ou apenas para diversão. Em pouco tempo essa percepção foi totalmente alterada.

Podemos comparar a entrada das redes sociais com a entrada do celular na vida das pessoas. No começo muita gente jurava que nunca precisaria de um celular, e que era o “fim dos tempos” ter que andar com o telefone no bolso. Hoje em dia, a grande maioria dos brasileiros não consegue mais viver sem o seu aparelho.

As redes sociais entraram para ficar na vida das pessoas e das empresas, e isso obviamente afetou o nosso tempo de alguma forma. Se usar bem essas ferramentas, você pode aproveitar dos benefícios, agora se usar mal, vai conseguir mais um ladrão de tempo para você se perder na sua rotina.

Muitas empresas me questionam se devem ou não liberar o acesso às redes sociais na empresa, e digo que deve ser proibido apenas se sua empresa revista os funcionários e proíbe a entrada de celular. Caso contrário, tem de estar liberado! Rede social é parte da vida e do tempo de todo mundo, ajuda a impulsionar muitos negócios, gera networking, contrata pessoas, busca informações, ajuda a pessoa a relaxar, a se comunicar, etc.

Na minha visão, as empresas e você precisam se preocupar como o uso consciente da ferramenta, ou do contrário, a má utilização poderá matar sua produtividade por completo. Se mesmo assim achar que deve bloquear, então use um meio termo: libere nos horários pré e pós-expediente.

Veja algumas dicas sobre como não perder tempo com as redes sociais:

  • Participe de redes sociais relevantes – Você não precisa estar em 10 redes sociais, selecione as mais relevantes e que tenha o maior número de pessoas conectadas a seus objetivos. Eu participo apenas de 4 redes (atualizo pessoalmente): TwitterFacebookLinkedIn, Orkut, o resto não me agrega.
  • Desabilite os avisos de recados e mensagens – Configure suas redes para não ficar te avisando, apitando ou enviando e-mails a cada nova mensagem ou scrap que você receber. Se você visualizar todos os avisos, vai perder um tempo que você nem imagina e o que os olhos vêem, a curiosidade não consegue controlar, não é?
  • Tenha horários – Assim como no e-mail, nada de ficar com a rede aberta toda hora. Defina horário ou dias para atualizar e olhar suas redes. Costumo olhar minhas redes sempre de noite ou aos domingos. O twitter, quando estou na empresa, vejo três vezes por dia e olhe lá.
  • Utilize Softwares – Existem milhares de programas que ajudam você a atualizar suas redes sociais de forma simples e integrada. Recomendo o Tweetdeck, ele integra todas as minhas redes, ou seja, basta escrever uma vez para todas as redes serem atualizadas. O Echofon para Firefox também é excelente. Para celulares existem diversos, basta dar uma pesquisada para encontrar algum com a sua cara.
  • Dica para o twitter – Como o twitter está na moda, a minha dica é: siga poucas pessoas, mas com conteúdo relevante. Se você seguir muita gente não deve estar usando o twitter como fonte de conhecimento e provavelmente ele não deve estar agregando muito valor ao seu dia-a-dia, pois acaba tendo tantas mensagens que dificilmente você vai ver.
  • Redes Sociais é a invenção mais nerd que deu mais certo no mundo dos “pops”! Impossível viver sem, mas não se perca por causa dela, saiba usá-la com sabedoria e não jogue seu tempo no lixo!

    *Christian Barbosa – Maior especialista no Brasil em administração de tempo e produtividade, é fundador da Triad PS, empresa multinacional especializada em programas e consultoria na área de produtividade, colaboração e administração do tempo. Ministra treinamentos e palestras para as maiores empresas do país e da Fortune 100. Autor dos livros A Tríade do Tempo e Você, Dona do Seu Tempo, Estou em Reunião e co-autor do Mais Tempo, Mais Dinheiro.

    Postagens Relacionadas

    0 Thoughts to “"Como Não perder Tempo com as Redes Sociais" Por Christian Barbosa”

    1. Comentário publicado no Fórum PCs – o qual reproduzo aqui pela relevância do tema:

      As redes sociais surgiram por uma necessidade provocada pelo novo perfil do usuário da Internet, principalmente aqueles que são iniciados na informática. A maioria dessas pessoas deseja mesmo é se divertir na web e as redes sociais são um caminho fácil.

      O perfil do brasileiro também puxa para esse gosto pelas redes sociais. Outro fato interessante é que as empresas tiveram que obrigatoriamente de entrar nas redes sociais para monitorar sua imagem e relacionarem-se com seus clientes. Hoje existem pessoas especializadas em redes sociais e setores em grandes empresas que cuidam apenas disso.

      Bem ou mal isso também afetou a forma como o conteúdo na Internet está sendo publicado. As pessoas lêem por cima e acabam ficando mal informadas. As empresas de comunicação têm sofrido bastante para tentar condensar e enxugar ao máximo a informação publicada na forma de notícias.

      Quanto ao Twitter, ele é um ferramenta boa para relacionamento e divulgação de informações importantes, inclusive de opiniões de formadores de opinião que nos veículos a que servem não podem fazê-lo por conta do critério jornalístico que cada meio ou marca possui. Assim, você pode acompanhar o pensamento de jornalistas e políticos, como também de empresários e pessoas famosas, coisa que antes você não saberia pela imprensa convencional.

      Claro que acontece que, no meio dessas pessoas, existem aquelas que estão no Twitter para aparacer e tentar a fama a qualquer custo. Orkut e Facebook também carregam o mesmo efeito colateral. Mas isso faz parte do jogo da nova Internet provocado pela entrada de um novo tipo de usuário. Computador e banda larga serão ainda mais populares e não se espante com o que você vai ler e ver por ai.

      Para aqueles que gostam de um bom conteúdo, ainda teremos sites como o FPCS a informar com material mais denso. Porém é uma luta árdua para captar usuários e ao mesmo tempo buscar equalizar todos os interesses e desejos dos leitores. Até que esta fase se consolide ainda teremos muita coisa maluca do tipo que você citou – como: ” Acabei de acordar e o dia está cinza…” ou “Minha mãe brigou comigo…” etc etc etc.

      Minha visão é que as redes sociais são ótimas ferramentas se usadas corretamente e geram sim bom retorno desde que tanto o leitor quanto o publicador saibam o que estão fazendo. O melhor mesmo é seguir apenas aqueles que podem te acrescentar um bom conteúdo ou um bom debate. Me lembro inclusive da febre dos blogs. A imprensa convencional os combateu e tentou até usar a Lei de Imprensa (que para o bem da Internet foi revogada) para tentar combatê-los. Hoje os blogs são uma realidade boa a ponto de podermos até questionar posicionamento de alguns veículos de comunicação que esqueceram que após o advento da Internet livre (ainda) não podem mais manipular ao seu bel prazer a vida das pessoas e até mesmo os destinos de uma nação.

      A redes sociais podem ser um mal necessário agora, mas com a lei de mercado e a seleção natural imperando no meio, com certeza, estarão sendo elevadas a um outro patamar.

      Essa seria a minha opinião por enquanto, pois mesmo analisando e lendo muito sobre o tema, fazer qualquer afirmação a respeito, de forma estanque e fechada, seria um devaneio irresponsável da minha parte. O que sei é que este é um momento de transição e o que mais me preocupa nesta fase é que tentem novamente amordaçar a Internet e assim não termos, como não temos pela mídia convencional ou tradicional, a opção de nos informar em cima de pesquisa própria e ler a opinião de várias pessoas sobre temas a respeito dos quais ainda não temos opinião formada. Ainda acredito que o fato é sempre mais importante que a versão e que a versão e interpretação devem ser consolidadas na cabeça do leitor. Infelizmente joga-se a verão primeiro para depois tratar do fato, se isto for de conveniência de quem publica.

      Sou pela Internet livre, com redes sociais e tudo mais que ela carrega, seja de bem ou de mal. A Internet sempre soube separar, promover e exterminar conteúdos e pessoas que muito ou nada têm a acrescentar. Navegar é preciso, porém continuar debatendo e exercendo nossa liberdade de expressão é maior ainda, independente de que forma ou ferramenta seja.

      Abraços e obrigado pelo comentário. Leio todos!

    2. […] This post was mentioned on Twitter by Georg Goersch, Luis Sucupira. Luis Sucupira said: "Como Não perder Tempo com as Redes Sociais" : http://wp.me/p15E0l-b3 […]

    Leave a Comment

    error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.